Youkoso Jitsuryoku Shijou Shugi no Kyoushitsu e Volume 2 Capítulo 2 Introdução

Traduzido por Kote. [PDF]


Capítulo 2 – Ponto fraco

Introdução

Os eventos ruins não pararam por aí. Na manhã seguinte, durante a aula, Chiyabashira-sensei tinha um anúncio para fazer.

“Tenho um anúncio para todos vocês hoje. Houve um pequeno problema no outro dia. Ele ali, Sudou, e alguns alunos da classe C se envolveram em um incidente. Para dizer a verdade, foi uma luta.”

A sala ficou barulhenta.

Dependendo dos detalhes do desacordo entre os dois grupos, Sudou pode ser suspenso e os pontos da classe podem ser deduzidos. Sensei contou toda a situação à classe.

Chiyabashira-sensei estava tão desinteressada e sem nenhuma expressão que até dava certa beleza para ela.

Sem pausas, ela explicou a posição neutra da escola em todo o assunto.

“Uh… por que o assunto ainda não foi resolvido?”

Hirata fez uma pergunta razoável.

“A queixa foi levantada pela classe C. Eles disseram que foi uma luta unilateral. No entanto, quando perguntamos a Sudou, ele disse que sua afirmação não era verdade. Ele disse que os alunos da classe C o chamaram, procurando uma briga.”

“Eu não estava errado; foi legítima defesa.”

Declarando isso sem nenhum piscar de vergonha, Sudou atraiu os olhares frios de seus colegas de classe.

“Mas você não tem provas. Estou errado?”

“Provas? Eu não tenho nada assim.”

“Em outras palavras, ainda não conhecemos a verdade. Portanto, a situação foi suspensa. O resultado será decidido sobre quem é o autor real.”

“Eu não sei de nada, exceto que eu sou inocente. Meu único problema é o dinheiro.”

“Ele diz isso, mas a verdade é que não há muita credibilidade. Se, como diz Sudou, houver uma testemunha ocular, a situação pode mudar. Se houver alguma testemunha da luta, levante sua mão.”

Chiyabashira-sensei continuou conversando com uma voz indiferente. Nenhum aluno levantou as mãos.

“É uma pena, Sudou, mas parece que ninguém aqui foi uma testemunha.”

“… parece que sim.”

Quando Chiyabashira-sensei olhou para Sudou com olhos duvidosos, ele olhou para sua mesa.

“Para procurar por uma testemunha, cada professor está informando sua classe sobre a situação.”

“Hah!? Você disse a todos!?”

A escola provavelmente não pode fazer mais nada. Já que Sudou levantou a possibilidade de uma testemunha, foram feitas perguntas em cada classe na escola para encontrar essa pessoa.

Para Sudou, que pretendia esconder o incidente, não era uma boa situação.

“Merda…!”

O plano de Sudou de manter isso dentro do nosso grupo já havia falhado.

“De qualquer forma, isso é tudo. Provavelmente, obteremos uma decisão final na próxima terça-feira, levando em consideração a presença ou a ausência de evidências. A aula acabou.”

Chiyabashira-sensei saiu da sala, com Sudou saindo rapidamente logo depois. Ele provavelmente sabia que ficaria irritado com alguém se ele estivesse na sala.

“Ei, Sudou não é o pior?”

O primeiro a falar foi Ike.

(NT: haha, olha só que maravilhoso exemplo de confiança entre amigos. “Amizade” é uma coisa tão bonita, não é?)

“Se perdemos pontos por causa de Sudou, isso não significa que teremos 0 pontos novamente?”

A situação estava ficando fora de controle e toda a sala ficou extremamente barulhenta.

Se acabássemos por perder pontos, Sudou seria o alvo da frustração da classe. Naturalmente, Kushida tentou aliviar a situação.

“Como Sensei disse, Sudou-kun estava envolvido em uma briga. Mas Sudou-kun foi arrastado para ela.”

“Kushida-chan, dizendo ‘arrastado para ela’, isso significa que você acredita nas palavras de Sudou?”

Kushida contou a história de ontem a toda a turma. Sobre como ele estava sendo considerado como um regular, e como algumas pessoas que estavam com inveja tentaram fazer Sudou expulsar do clube e a luta resultante. Ela explicou que Sudou os golpeou para se defender. A maioria da classe ouviu as palavras sinceras de Kushida em silêncio. Se Sudou ou eu tivéssemos tentado explicar toda a situação da mesma maneira, não teria o mesmo efeito.

“Ei, todos. Vocês podem me ouvir?”

Kushida aproveitou a chance de parar o alvoroço e mudar a situação.

Era uma história razoável, mas considerando seu comportamento usual, ninguém poderia acreditar tão facilmente.

“Eu gostaria de perguntar novamente. Se alguém conhece alguém nesta classe, entre os seus amigos, ou entre os seus senpais que viu o que aconteceu, por favor, contem pra mim. Você pode entrar em contato comigo a qualquer momento. Eu ficaria muito grata.”

Embora tenha dito o mesmo que Chiyabashira-sensei, a turma teve uma reação completamente diferente.

É fascinante como ela é naturalmente dotada para poder se conectar com pessoas.

A classe estava evolvida pelo silêncio. Aquele que quebrou o silêncio não foi uma testemunha ocular, mas sim, Yamauchi.

“Ei, Kushida-chan. Eu não acredito na história de Sudou. Eu acho que ele está inventando tudo isso para justificar suas próprias ações. Antes do ensino médio, ele sempre falava sobre vencer as pessoas. Ele até mesmo nos falou sobre como foi divertido vencê-los.”

Começando com Yamauchi, toda a classe expressou sua insatisfação em relação a Sudou.

“Mais cedo, eu vi ele agarrar um garoto de outra classe apenas porque eles tropeçaram no corredor.”

“Eu o vi furar fila na cafeteria e ficar bravo com alguém que tentou impedi-lo.”

As palavras de Kushida sobre a inocência de Sudou não chegaram à classe. A turma, sentindo que iriam perder os seus preciosos pontos, começaram a dizer coisas ruins sobre Sudou.

“Eu quero acreditar nele.”

O Herói da classe, Hirata, se levantou como se estivesse apoiando Kushida.

“Eu posso entender se um estudante de outra classe duvidar dele. Mas acho que é errado duvidar de um amigo, um colega de classe. Ajudar alguém em necessidade não é o que os amigos fazem?”

“Eu também penso assim~.”

Segurando as mãos de Hirata, Karuizawa seguiu os pensamentos dele.

“Se for uma acusação falsa, não seria um problema? Em qualquer caso, eu ficaria triste se ele fosse declarado culpado mesmo sendo inocente.”

Se Kushida é uma líder com um coração suave, Karuizawa é uma líder obstinada. A maioria das garotas expressou seu acordo, aparentemente influenciadas por sua presença.

É um comportamento típico do povo japonês: seguir o exemplo quando uma pessoa faz algo de forma assertiva. Secretamente, eles provavelmente estavam se divertindo com isso, mas pelo menos estavam fingindo ajudar. Por enquanto, os críticos de Sudou pararam.

Hirata, Kushida e Karuizawa. Esses três eram particularmente populares.

“Vou perguntar aos meus amigos.”

“Então eu vou perguntar aos meus senpais do clube de futebol.”

“Eu também vou perguntar por aí.”

Com esses três no centro, a tentativa de provar a inocência de Sudou começou.

Acho que eu não tenho que ajudar. De qualquer maneira, será melhor deixar as coisas com eles.

Bem, hora de desaparecer silenciosamente.

[Anterior] ᄽὁȍ ̪ őὀᄿ [Próximo]

Anúncios

11 comentários sobre “Youkoso Jitsuryoku Shijou Shugi no Kyoushitsu e Volume 2 Capítulo 2 Introdução

    1. As provas são os machucados no corpo dos 3 enquanto sudou saiu da briga com o HP cheio. Faz parecer que os 3 ñ queriam brigar, só o sudou, ou se uma briga unilateral.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s