Youkoso Jitsuryoku Shijou Shugi no Kyoushitsu e Volume 1 Capítulo 1 Parte (2/4)

Traduzido por Kote. [PDF]


Parte 2

Eu não gosto de cerimônias de entrada. Muitos primeiranistas pensam da mesma maneira.

O diretor e os alunos estão todos se agradecendo mutuamente, têm muitos pés, e é uma dor na bunda porque há muitas coisas problemáticas.

Mas isso não é tudo que eu quero dizer.

A cerimônia de entrada no jardim de infância, fundamental e ensino médio marca o início de uma grande prova para os alunos.

Para os primeiros dias após a cerimônia de entrada, os alunos devem fazer amigos para desfrutar o resto da vida escolar.

Se alguém falhar nesta tarefa, diz-se que miseráveis três anos esperam por eles.

Seguindo meu princípio de evitar problemas, acho que seria melhor fazer alguns amigos e estabelecer relações humanas decentes.

No dia anterior, eu tentei praticar fazer amigos porque eu era inexperiente.

O primeiro cenário era entrar na sala de aula e depois falar animadamente.

O segundo cenário era secretamente passar uma nota com o meu endereço de e-mail nele. Depois conseguiria amigos no fim de tudo.

No meu caso, eu tive que praticar porque este é um ambiente completamente diferente do que eu estava acostumado durante toda a minha vida. Estou completamente sozinho. Eu entrei em um campo de batalha feroz sozinho.

Com a vista para a sala de aula, eu caminhei até o assento com a minha placa de identificação.

Um assento na parte de trás da sala e perto da janela. Geralmente um bom local para ficar.

(NT: o lugar onde todos os protagonistas ficam…)

A sala de aula estava apenas meio cheia.

Os alunos estavam olhando para seus materiais de classe por si mesmos ou estavam conversando com conhecidos e amigos.

Agora, o que devo fazer? Devo conhecer pessoas durante este tempo livre? Sentado a alguns lugares à minha frente, estava um garoto gordinho que parecia solitário (minha imaginação egoísta).

Ele emitia uma aura que emanava, “Alguém fale comigo e seja meu amigo!” (Novamente, minha imaginação egoísta)

No entanto… se você subitamente anda até alguém e fala com ele, provavelmente se sentiria chateado.

Você espera o momento certo então? Não, até lá, ele provavelmente estaria cercado por inimigos, e há uma grande chance de eu me tornar um sem amigos.

Como eu esperava, eu deveria falar…

Espere, espere, não se apresse.

Se eu negligentemente me levantar e falar com o aluno desconhecido, eu poderia ser espancado por outra pessoa.

Isso é inútil, uma espiral negativa…

No final, eu não podia falar com ninguém, e com o jeito que as coisas estavam indo, eu logo ficaria sozinho.

Ele ainda está sozinho? Ouço risadas? Devo estar ouvindo coisas.

Pergunto-me o que são os amigos. De onde vêm(o que comem e onde vivem. Hoje no~ ok, parei…) os amigos? As pessoas se tornam amigas depois de comerem umas com as outras? Ou você se torna amigo depois de ir ao banheiro juntos?

Quanto mais penso nisso, mais eu não entendo. É algo profundo? Eu deveria pensar mais nisso.

Tentar fazer novos amigos é realmente problemático e cansativo. Em primeiro lugar, eu deveria estar tentando fazer amigos assim? Além disso, as amizades não se formam naturalmente ao longo do tempo? Minha mente está em completa desordem como um festival de verão caótico.

Enquanto minha mente ainda está obscura e confusa, a sala de aula rapidamente se enche quando outros alunos entram na sala de aula.

Oh, bem, eu não tenho escolha a não ser tentar.

Depois de uma longa luta interna, comecei a me levantar do meu assento. Contudo…

Quando me levantei, notei que o garoto gordinho usando óculos estava conversando com outro colega de classe.

Com um sorriso amargo, percebi que não havia amizade a ser feita aqui.

Bom para você, megane-kun…

(NT: óculos-kun…)

Você fez seu primeiro amigo ───

“Você, de antes…!”

Sentindo-me perplexo, eu estava fazendo um sério exame de consciência.

Involuntariamente, soltei um profundo suspiro do fundo dos meus pulmões. Minha vida no ensino médio parece muito sombria.

Percebi que a sala de aula estava quase cheia, e então ouvi alguém colocando a bolsa no assento ao meu lado.

“Isso é um suspiro pesado, mesmo que o semestre escolar ainda nem tenha começado. Sinto vontade de suspirar depois de te encontrar novamente.”

A pessoa que se sentou ao meu lado foi a garota com quem eu discuti depois de sair do ônibus.

“… Então nós estávamos na mesma classe, huh.” Afinal, há apenas 4 classes de primeiro ano. Não é como se fosse probabilisticamente impossível que fôssemos colocados na mesma classe.

“Eu sou Ayanokouji Kiyotaka. Prazer em conhecê-la.”

“Uma súbita auto-introdução?”

(NT: não vou atrás das novas regras ortográficas pra ver como se escreve ‘auto-introdução’ certo.)

“Mesmo se você chamar de súbito, é a nossa segunda vez conversando um com o outro. Uma introdução não é a coisa certa a se fazer?”

Enfim, eu anteriormente não tive como me apresentar a ninguém. Mesmo para essa garota insolente. Embora, para me familiarizar com a classe, eu quis ao menos aprender o nome da minha vizinha.

“Você se importa se eu rejeitar sua saudação?”

“Acho que seria estranho se não conhecêssemos os nomes uns dos outros, mesmo nos sentando um ao lado do outro.”

“Eu acho que seria perfeitamente bem.”

Depois de olhar para mim, ela colocou sua bolsa na mesa. Parece que ela nem mesmo me diria seu dela.

A garota não mostrou interesse pelo resto da sala de aula e se sentou no seu assento como uma modelo.

“Sua amiga está em outra classe? Ou você está vindo para esta escola sozinha?”

“Você é curioso, não é? Você não deve falar comigo, já que você não vai me achar interessante.”

“Se eu estou te incomodando, me diga para calar a boca.”

Pensei que a conversa tinha terminado, mas depois de uma súbita mudança de coração, ela suspirou e olhou para mim.

“Meu nome é Horikita Suzune.”

Eu não esperava receber uma resposta, mas ela… não, Horikita, se apresentou.

Pela primeira vez eu vi seu rosto.

… Uau, ela é fofa.

Quero dizer, ela é uma beleza.

Mesmo que ela estivesse na mesma série, ela provavelmente poderia passar como estudante de segundo ou terceiro ano.

Parecia uma mulher madura.

“Deixe-me começar contando um pouco sobre mim. Não tenho hobbies específicos, mas tenho interesse em tudo. Eu não tenho muitos amigos, mas acho que seria bom ter alguns amigos. Bem, esse é o tipo de pessoa que sou.”

“Parece uma resposta de alguém que evita situações problemáticas. Acho que nunca vou gostar de alguém que pense assim.”

“Parece que toda a minha existência foi negada em um único segundo…”

“Rezo para que mais nenhuma desgraça aconteça comigo.”

“Eu simpatizo com você, mas eu não acho que isso vai se tornar realidade.”

Apontei para a porta da sala de aula. O que estava lá era ───

“O equipamento nesta sala de aula parece estar em ordem! A sala de aula se parece exatamente com o que os rumores dizem!”

Era o garoto que discutiu com a garota no ônibus.

“…… entendo. Certamente é má sorte.”

Parece que não só nós, mas essa pessoa problemática também está na classe D.

Sem nos perceber, sentou-se no assento marcado “Koenji”. Gostaria de saber se ele sabe o que significa o termo “amizade”. Vamos tentar observá-lo um pouco.

Koenji então apoiou as pernas na mesa, tirou um cortador de unhas e começou a fazer manutenção das unhas. Ele agiu como se ele fosse o único lá e ignorou todos os seus arredores.

Suas observações sobre o ônibus parecem ter vindo de seus pensamentos verdadeiros.

Em menos de dez segundos, mais dea metade da classe recuou de Koenji. Mesmo aqui, sua atitude auto-importante penetrou na sala de aula.

Olhando para o meu lado, notei que Horikita estava olhando para sua mesa, lendo um de seus próprios livros.

Oops, esqueci que continuar falando era um dos princípios para manter uma conversa.

Uma das minhas chances de me tornar amigo de Horikita foi esmagada.

Espreitando o título do livro, vi que ela estava lendo “Crime e Punição”.

Isso é interessante. Se há alguma razão para matar uma pessoa ou não, defende a morte. Talvez os hobbies de Horikita sejam semelhantes aos do livro.

De qualquer forma, uma vez que as auto-apresentações foram concluídas, parece que não estaremos interagindo muito frequentemente.

Depois de alguns minutos, o primeiro sinal tocou.

Quase ao mesmo tempo, uma mulher vestindo um terno entrou na sala de aula.

Na primeira impressão, ela parece ser uma professora rigorosa que considera a disciplina na sala de aula importante. Ela parece ter uns 30 anos. Seu cabelo comprido estava amarrado em um rabo-de-cavalo.

“Ahem, bom dia alunos novos. Meu nome é Chiyabashira Sae e eu estou no comando da classe D este ano. Eu ensino História Japonesa. Esta escola não reorganiza as turmas todos os anos, então nos próximos três anos, espero conhecer todos vocês. Meus cumprimentos. Embora a cerimônia de entrada será em uma hora a partir de agora no ginásio, vou distribuir agora a lista de regras especiais desta escola e o guia de matrícula.”

Da frente, os folhetos foram passados para o resto da turma.

Nesta escola, existem regras especiais que a tornam diferente de qualquer outra escola do ensino médio. Todos os alunos são obrigados a viver no campus, e são proibidos de entrar em contato com as pessoas de fora da escola.

Até mesmo entrar em contato com sua família é impossível sem a permissão da escola.

Deixar a escola também está proibido.

No entanto, existem também muitas outras facilidades para que os estudantes não sofram de serem restringidos. Têm karaokês, salas de teatro, cafés e até boutiques — você pode dizer que é uma pequena cidade. E no meio da grande cidade, o enorme campus ocupa mais de 600.000 metros quadrados.

Há uma característica ainda mais especial desta escola, no entanto. A introdução do sistema S.

“Vou agora distribuir os cartões de identificação de estudante. Com este cartão, você pode comprar qualquer coisa das lojas e te algumas facilidades em torno do campus. Funciona como um cartão de crédito. No entanto, tenha cuidado com quantos pontos você usa. Não há nada que você não possa comprar na escola. Se há alguma coisa na escola, é comprável.”

Este sistema de pontos associado com o cartão de estudante substituía essencialmente o dinheiro.

Dessa forma, cada estudante começaria com a mesma quantidade de dinheiro e seria forçado a verificar seus hábitos de consumo. Em qualquer caso, todos os pontos são fornecidos gratuitamente pela escola.

“Os cartões de estudante podem ser usados nas máquinas. Usar as máquinas é realmente fácil, assim vocês não terão nenhum problema com elas. Os pontos serão creditados automaticamente no primeiro dia do mês. Todos já devem ter 100.000 pontos no seu cartão. Além disso, 1 ponto vale 1 iene. Qualquer outra explicação é desnecessária.”

Por um momento, a sala de aula se tornou barulhenta.

Em outras palavras, por ter sido admitido nesta escola, obtivemos um subsídio mensal de 100.000 ienes da escola. Como esperado de uma escola criada pelo governo japonês.

100.000 ienes é uma quantidade considerável de dinheiro dado aos estudantes como um subsídio mensal.

“Vocês ficaram surpresos com a quantidade de pontos dados? Esta escola mede as habilidades dos alunos. Todo mundo aqui, que passou no exame de admissão, mostrou algum nível de mérito e valor. A quantidade de dinheiro é um reflexo de suas habilidades. Usem sem se segurar. Após a formatura, no entanto, todos os pontos serão retirados. Como é impossível trocar esses pontos por dinheiro, não vale a pena economizar pontos. Como os pontos são usados só dependem de vocês. Use-o em coisas que vocês gostam ou precisam. Se vocês sentirem que não precisam de alguns de seus pontos, vocês podem sempre transferi-los para outra pessoa. No entanto, praticar bullying com outras pessoas por pontos está proibido. A escola é muito rígida em assuntos relacionados com bullying.”

Chiyabashira-sensei olhou ao redor da sala.

“Parece que ninguém tem perguntas. Bem, então, por favor, tenham uma boa vida estudantil.”

Muitos dos colegas de classe não conseguiram esconder sua surpresa com o tamanho do subsídio.

“Não é uma escola tão rigorosa como eu pensava que seria.”

Pensei que estava falando sozinho, mas Horikita olhava para minha direção e pensou que eu estava falando com ela.

“Certamente parece uma escola frouxa.”

Embora nos obriguem a viver em dormitórios, nos proíbem de sair do campus e nos proíbem de entrar em contato com alguém do lado de fora, eles nos dão muitos pontos para uso gratuito em qualquer lugar do campus.

Pode-se dizer que os alunos são colocados no paraíso com tratamento preferencial.

E o maior mérito para a Escola Koudo Ikusei é a sua taxa de emprego de 100%.

Sob a orientação do governo, a escola trabalha para um futuro melhor com todos os seus recursos. Na verdade, muitos dos alunos da escola são pessoas famosas. Normalmente, não importa quão famosa e boa seja uma escola, sua área de especialização é estreita. Uma escola pode se especializar em esportes, ou se especializar em música. Ou talvez se especialize em tópicos relacionados a computador. Mas esta escola cumpre qualquer desejo em qualquer gênero que alguém possa querer estudar. Esta é uma escola que tem esse tipo de sistema e valor.

É por isso que eu pensei que o ambiente da classe seria mais competitivo e sanguinário, mas a maioria dos meus colegas parecia como estudantes comuns que você poderia encontrar em qualquer outro lugar.

Não, talvez seja por isso que todo mundo é tão normal. Já fomos reconhecidos como estudantes que passaram no exame de admissão. Podemos nos graduar pacificamente e sem incidentes…? Gostaria de saber se é mesmo possível.

“Esse tratamento muito preferencial é um pouco assustador.”

Depois de ouvir Horikita dizer isso, eu também me senti da mesma maneira.

Eu acho que seria melhor ficar ignorante dos detalhes sobre esta escola.

Já que eles são capazes de cumprir qualquer desejo, eu acho que haveria alguns riscos associados com a escola.

“Ne ne~, você não quer ir ver essas lojas? Vamos fazer compras!”

“Un. Com tanto dinheiro, podemos comprar qualquer coisa. É ótimo que eu tenha entrado nesta escola~”

Depois que a professora saiu da sala, os alunos que receberam a grande quantia de dinheiro estavam inquietos.

“Todo mundo, vocês podem me ouvir um pouco?”

Um estudante que tinha um ar jovial levantou a mão e falou.

Seu cabelo não é tingido e parecia um estudante de honra. Ele também não parecia um delinquente.

(NT: um Hayama Hayato da vida…)

“A partir de hoje, estaremos na mesma classe pelos próximos três anos. Então, seria ótimo se todos nós pudéssemos nos apresentar e nos tornarmos amigos. Ainda temos tempo até a cerimônia de entrada, então o que vocês acham?”

Oh… ele disse algo incrível. A maioria dos alunos não conseguiram encontrar palavras para dizer.

“Concordo! Afinal de contas, não conhecemos os nomes uns dos outros.”

Depois que a primeira pessoa concordou, os alunos anteriormente hesitantes, logo expressaram seu apoio.

“Meu nome é Hirata Yousuke. Como eu era muitas vezes chamado pelo meu primeiro nome, Yousuke, no ensino médio, sintam-se livres para usar o meu primeiro nome. Embora eu goste de todos os esportes, eu gosto de futebol em particular, e também planejo jogar futebol nesta escola. Por favor cuidem de mim.”

O jovem que propôs que a classe se apresentasse de forma suave e impecável fez sua auto-introdução.

Você realmente tem um monte de coragem. E você até falou sobre futebol. Depois de falar sobre futebol com essa expressão refrescante, sua popularidade foi multiplicada por 2 vezes, não, 4 vezes. Olha, olha, todas as garotas perto de Hirata têm corações em seus olhos.

Assim, Hirata se tornou a figura central da classe, e provavelmente chamaria a atenção de todos até que nos formássemos.

E então ele provavelmente iria sair com a garota mais linda da classe. É assim que as coisas provavelmente vão acabar.

“Bem, se isso foi satisfatório… então, podemos começar as auto-introduções desde o início?”

Sendo suave até o fim, Hirata pediu confirmação.

Embora a primeira garota estivesse perplexa e nervosa, logo se decidiu e se levantou.

Em outras palavras, ela estava nervosa com as palavras de Hirata.

“M-meu nome é Inogashira K-ko-”

Enquanto tentava se apresentar, suas palavras pararam em sua boca.

Como se sua mente tivesse ficado em branco, ou ela não conseguia processar seus pensamentos corretamente, ela era incapaz de falar claramente. Quando as palavras pararam de sair, seu rosto ficou pálido de vergonha. É raro ver alguém ficar tão nervoso.

“Faça o seu melhor~”

“Está bem se você não se apressar~”

Essas palavras gentis vieram de um colega de classe. Mas aquelas palavras falharam, e as palavras presas em sua garganta desapareceram. O silêncio continuou por 5 segundos, depois 10 segundos. A pressão era palpável.

Pequenas risadinhas vieram de algumas das garotas na sala de aula. Ela estava paralisada de medo. Uma das garotas falou.

“Tomar seu tempo está bem, não precisa se apressar.”

Embora suas palavras fossem semelhantes a “Faça o seu melhor~” e “Tudo bem se você não se apressar”, o significado que suas palavras tinham era completamente diferente.

Para a garota nervosa, as palavras dos garotos pareciam um pouco fortes.

Por outro lado, as palavras da garota disseram-lhe para ir no seu próprio ritmo, e ela se sentiu mais tranquilizada.

 

Depois de recuperar um pouco da compostura, ela respirou de dentro pra fora para se acalmar.

Então, depois de um tempo…

“Meu nome é, Inogashira… Kokoro. Um, meu hobby é costurar e eu sou boa em tricô. Por favor, tomem conta de mim.”

Desde a primeira palavra, ela disse tudo o que queria dizer sem parar.

Com uma expressão aliviada, encantada e ligeiramente envergonhada, Inogashira se sentou.

Graças à ajuda, a introdução de Inogashira terminou sem qualquer problema. Seguiram-se as outras auto-introduções.

“Eu sou Yamauchi Haruki. Antes do ensino médio, eu jogava tênis de mesa a nível nacional, eu era o ás do clube de beisebol no fundamental — eu tinha o número 4 no uniforme. Mas desde que eu sofri uma lesão durante os Jogos Escolares(NT: Inter High)  recentemente, eu estou atualmente em reabilitação. Prazer em conhecê-los.”

Eu não acho que o número 4 tenha qualquer significado…

E os Jogos Escolares é um torneio esportivo para escolas do ensino médio… Você não pode competir se não for um estudante do ensino médio.

Ou ele estava tentando contar uma piada? Tive a impressão de que ele era um tipo de pessoa frívola e boca solta.

“Então eu sou a próxima, certo?”

A garota alegre que se levantou e disse a Inogashira para se apresentar em seu próprio ritmo.

E a garota que ajudou a velha no ônibus naquela manhã.

“Meu nome é Kushida Kikyou, e já que nenhum de meus amigos vieram para esta escola, eu quero conhecer todos e me tornar amiga de todos!”

A maioria dos estudantes terminavam seus cumprimentos depois de algumas palavras, mas Kushida continuou a falar.

“Primeiro de tudo, quero me tornar amiga de todos aqui. Depois de todos vocês terem terminado com suas apresentações, por favor, troquem informações de contato comigo!”

Suas palavras não eram apenas palavras. Eu podia dizer imediatamente que ela era o tipo de garota que abria seu coração imediatamente.

07

Suas palavras para Inogashira não eram apenas incentivos que pareciam apropriados para a situação, mas eram seus verdadeiros sentimentos.

Além disso, ela parecia o tipo de pessoa que iria se dar bem com todos.

“Então, durante as férias ou depois da escola, eu quero fazer lembranças com muitas pessoas, então por favor me convidem para muitos eventos. Eu já falei por um tempo, então eu vou terminar a minha auto-introdução aqui.”

Ela definitivamente se daria bem com todos os garotos e garotas da classe.

… Claro, não é como se eu estivesse criticando as auto-apresentações das outras pessoas.

Estou me sentindo um pouco inquieto por algum motivo.

O que eu deveria dizer na minha introdução… devo tentar contar uma piada também?

Ou devo tirar risadas criando alta tensão durante meu discurso?

Não, mas eu me pergunto. A alta tensão provavelmente iria arruinar o humor. Para começar, eu não sou esse tipo de personagem.

Enquanto eu estava perdido em minhas próprias preocupações, as auto-introduções continuaram.

“Então, o próximo é ───”

Enquanto Hirata olhava para o próximo aluno, o aluno lhe lançou um olhar penetrante.

Com o cabelo vermelho brilhante, o garoto parecia um delinquente e falou de uma forma que combinava com sua aparência.

“Vocês são idiotas? Eu não quero me apresentar, apenas me deixem em paz.”

O cabelo-vermelho olhou furioso para Hirata. A tensão estava no ar.

“Eu não posso forçar você a se apresentar. Mas, eu não acho que é uma coisa ruim se dar bem com seus colegas de classe. Se você pensou que eu estava sendo desagradável, peço desculpas.”

Depois de assistir Hirata curvar a cabeça para o cabelo vermelho, algumas das garotas olharam para o cabelo-vermelho.

“Não é bom fazer uma simples introdução de si mesmo?”

“Sim, sim!”

Como esperado do garoto ikemen do futebol. Ele parece ter atraído rapidamente a atenção das garotas.

(NT: parece que na vida, ou você é riajuu, ou você está errado… reflitam.)

No entanto, começando com o cabelo-vermelho, a metade dos outros garotos olhavam com ciúmes em direção a Hirata.

“Não. Não quero fingir que somos bons amigos.”

O cabelo-vermelho se levantou do assento. Ao mesmo tempo, vários outros alunos saíram da sala. Eles provavelmente não tinham intenção de conhecer seus colegas. Horikita também começou a se levantar do assento.

Ela olhou para a minha direção, mas quando ela percebeu que eu não estava me movendo, ela começou a sair da sala. Hirata parecia um pouco solitário quando viu o grupo sair da sala de aula.

“Eles não são pessoas más. Também tenho culpa desde que lhes pedi que se apresentassem por meu próprio egoísmo.”

“Hirata-kun não fez nada de ruim. Vamos deixar essas pessoas em paz.”

Mesmo que algumas pessoas tivessem saído depois de não querer fazer auto-apresentações, os alunos restantes continuaram a se apresentar.

“Eu sou Ike Kanji. As coisas que eu gosto são garotas, e as coisas que eu odeio são ikemens. Estou procurando uma namorada a qualquer momento, prazer em conhecê-las! Claro, é melhor se forem bonitas ou fofas!”

É difícil dizer se ele disse isso como uma piada ou se é o seu verdadeiro pensamento, mas ele ganhou a ira das mulheres.

“Uau, legal~. Ike-kun, você é tão fácil”, disse uma das garotas com uma voz completamente sem emoção.

Claro, era óbvio que era 1000% uma mentira.

“Sério sério? Uau, eu pensei que não estava ruim, mas… hehe.”

Aparentemente, Ike pensou que era verdade e ficou um pouco envergonhado.

De repente, todas as garotas riram.

“Uau, todo mundo, ele é fofo. Ele está recrutando namoradas!”

Não, você está sendo provocado.

Ike acenou alegremente a mão enquanto era provocado. Não parece que ele é uma pessoa ruim embora.

Então, o garoto que “brigou” no ônibus, Koenji, era o próximo.

Depois de verificar seu rosto com um espelho de mão, ele usou um pente para arrumar seu cabelo.

“Um, você pode se apresentar”

“Fu~. Está bem.”

Enquanto sorria como um jovem nobre, ele mostrava vislumbres de seu comportamento imprudente.

Eu pensei que ele iria se levantar, mas Koenji manteve seus pés sobre a mesa, e começou a sua auto-introdução enquanto sentava desse jeito.

“Meu nome é Koenji Rokusuke. Sou o único herdeiro do conglomerado Koenji, sou um homem que será responsável pela sociedade japonesa em um futuro próximo. Prazer em conhecê-las, senhoritas.”

(NT: se você não for um riajuu, dinheiro também serve…)

Foi uma introdução para as mulheres, em oposição a toda a classe.

Algumas garotas olhavam para Koenji com olhos brilhantes depois de ouvirem que ele era rico, enquanto os outros olhavam para ele como se ele estivesse louco… Isso é natural.

“De agora em diante, eu punirei implacavelmente qualquer coisa que me faça sentir desconfortável. Tenham cuidado com isso.”

“Eh… Koenji-kun. O que você quer dizer com ‘qualquer coisa que me deixe desconfortável’?”

Sentindo-se desconfortável com suas palavras, Hirata perguntou-lhe novamente.

“Exatamente como eu disse. Mas se eu fosse dar um exemplo ─── Eu odeio coisas desagradáveis. Se eu visse algo feio, eu faria o que eu disse.”

(NT: melhor pessoa.)

Ele penteou os cabelos para cima.

“Oh, obrigado. Eu vou ter certeza de ter cuidado.”

Cabelo-vermelho, Horikita, Koenji. Então Yamauchi e Ike. Aparentemente, todos os alunos estranhos estavam reunidos nesta sala. Durante este curto período de tempo, pude ter um vislumbre dos vários alunos da minha turma.

Eu também tenho um estranho sofismo ─── não, não há nada de especial sobre mim.

Eu queria me tornar um pássaro livre, mas eu voei da gaiola sozinho.

Sem pensar muito nisso, queria experimentar a liberdade.

Se você olhar para o lado de fora, você pode ver a graciosidade dos pássaros… que você não pode ver neste momento.

Eu sou esse tipo de homem, de qualquer maneira.

“Um… a próxima pessoa ─── por favor, apresente-se.”

“Eh?”

Minha vez tinha chegado enquanto eu ainda estava perdido em minhas ilusões. Muitos dos alunos estavam esperando por mim para dar a minha introdução. Oi oi, não olhem para mim com tanta expectativa (minha imaginação).

Oh, bem, eu vou fazer tudo por essa auto-introdução.

Bem! Levante-se e comece.

“Bem…… Um, meu nome é Ayanokouji Kiyotaka. O, er… não há nada em particular sobre mim, vou fazer o meu melhor para me dar bem com todos, uh, prazer em conhecê-los.”

Depois de terminar minha apresentação, rapidamente me sentei de novo.

Fu… Todos viram? Minha auto-introdução.

… falhei!

Eu enterrei meu rosto em minhas mãos.

Eu estava muito ocupado perdido em minhas ilusões, então eu não poderia chegar com as palavras adequadas com antecedência.

Foi uma introdução tão chata e falah que ninguém mais se lembrará.

“Prazer em conhecê-lo Ayanokouji-kun. Eu também quero me dar bem com todos, então vamos fazer o nosso melhor.”

Hirata disse com um sorriso refrescante.

Todos aplaudiram. Eu sinto como se todos tivessem aplaudido depois de verem através do meu erro.

Ao mesmo tempo, me senti estranhamente magoado por sua compaixão.

Eu ainda estava feliz, no entanto.

[Anterior] ᄽὁȍ ̪ őὀᄿ [Próximo]

Anúncios

Um comentário sobre “Youkoso Jitsuryoku Shijou Shugi no Kyoushitsu e Volume 1 Capítulo 1 Parte (2/4)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s