Magi Craft Meister Volume 1 Capítulo 11

Traduzido por Kote. [PDF]


 

Volume 1 Capítulo 11 – Lithia Fahlheit

Lithia Fahlheit é a filha mais velha da casa Fahlheit. Seu pai, Nicholas Fahlheit tem trabalhado como um soldado para o Reino Cline por muitos anos. Alguns anos atrás, quando houve um conflito com os territórios do sul, o Reino Seruroa, o resolveu sem incidentes e com tal serviço digno, foi premiado com o título de [Ritter].

Originalmente, o prestigioso título de [Ritter] é para uma única geração, no entanto, o Reino Cline tinha um número insuficiente de nobres, por isso foi decidido como um caso especial que o título seria concedido aos seus filhos.

“Haa, ser uma nobre é muito cansativo…”

Um suspiro escapou da boca de Lithia. Em qualquer caso, a percepção de um plebeu já tinha raízes em uma pessoa que tinha apenas começado a receber uma educação nobre quando completou 10 anos.

E então ele veio o chefe da aldeia, abrindo a porta.

“Bem, bem, o que temos aqui? Você é a nova coletora de impostos, certo? Eu sou o chefe desta aldeia, Gibekku. Estou ansioso para trabalhar com você de agora em diante”

Foram feitas as saudações. Lithia desmontou seu cavalo e saudou.

“Sou Lithia Fahlheit, responsável da área da Aldeia Kaina este ano. Estou ansiosa para trabalhar com você também”

“Vamos, por favor, sinta-se em casa”

O chefe da aldeia guiou Lithia. Amarrando o cavalo no estábulo, eles entraram na casa.

Ela foi guiada para a mesa e sentou-se na cadeira, a sobrinha do cehfe, Barbara trouxe chá. Com sede, Lithia bebeu de uma só vez. Barbara imediatamente coloca um segundo xícara de chá. Desta vez, Lithia, bebeu um pouco de cada vez.

Tendo tomado uma pausa.

“B-Bem, chefe, Como foi a colheita este ano?”

Ela começou seu trabalho. O chefe da aldeia é uma pessoa séria, pensava.

“Tudo bem… É esta uma medida média, eu acho?”

“Então você pode pagar o imposto decidido no ano passado, certo?”

“Sim, é assim”

Então ele começou a falar sobre o pagamento do imposto deste ano.

“Bem, então, eu posso mostrar a situação do povo e os campos agora?”

“Eh? Agora mesmo?”

Ouvindo isso, Lithia franziu a testa.

“H-Há algo de errado com is-isso?”

Ela tentou mostrar maior dignidade, mas, em seguida, gaguejou, por isso foi em vão.

“Não, eu pensei que Fahlheit-sama pode estar cansada. Até agora, aqueles que vieram não fizeram nada no dia em que chegaram e, em seu lugar fizeram sua inspeção no dia seguinte.”

“É assim? No entanto, eu sou eu. Por favor, me guie”

“Eu entendo”

Assim, o chefe a guiou pela aldeia e os campos.

“Este aqui é o campo de trigo. Eles brotam no outono”

“Eles parecem estar bem”

E depois os outros campos de cultivo.

“Os vegetais foram colhidos”

Finalmente, o depósito.

“Fuun, com esta quantidade de trigo, serão capazes de durar o inverno, mesmo que paguem o imposto”

“Sim, acho que vai ficar bem”

“Me sinto aliviada. Posso levá-lo amanhã?”

“A-amanhã? Isso pode ser feito, mas Fahlheit-sama você não está cansada?”

O cehfe de alguma forma percebeu que Lithia estava cansada, mas.

“Estou bem. Porque este é o meu dever”

Ela disse e deu um sorriso forçado e, em seguida, uma bola rolou a seus pés.

“Ara? Isto é?”

Lithia pega a bola.

“Ahh! Onee-chan, obrigado~! Essa é a minha bola!”

Dizendo isto, Kurt correu para ela.

“Bem, aqui”

Dizendo isso ela lhe entregou a bola, mas sua linha de visão não estava dirigida a Kurt, mas estava presa na bola.

“Fahlheit-sama?”

Perguntando-a, Lithia pede ao chefe da aldeia.

“… Chefe, aquela coisa redonda que as crianças estão jogando, o que é?”

“Ah, isso é uma bola”

“Bola?”

“Sim, é uma coisa para jogar que Jin fez”

“Jin… a pessoa de antes?”

“Sim, a pessoa que tinha lhe levado antes até aqui Fahlheit-sama”

“Essa pessoa fez essa bola?”

“Sim, ele originalmente não é desta aldeia, mas aparentemente se perdeu e chegou aqui na primavera. Parece ser um [Artesão Mágico] de um país distante e desde então tem servido a esta aldeia de várias maneiras”

“Ele é? Um [Artesão Mágico]?”

“Sim”

“Então é assim…?”

Lithia tinha se tornado um pouco interessada em Jin.

“O comerciante Roland deveria ter lidado com essa questão, mas…”

“Roland? Acho que já ouvi falar dele. Recentemente, tem havido uma grande conversa sobre um comerciante com esse nome da Firma Raglam”

“É provavelmente essa pessoa”

“É assim? Então eu vou dar uma olhada depois de voltar para a capital”

Com o assunto da bola terminado, ambos deixaram os campos e voltaram para a aldeia.

“Chefe, isso daqui não é uma bomba de água?”

No caminho, Lithia tinha notado a bomba de água ligado ao poço.

“Sim, é assim. Isso também foi algo que Jin fez”

“!!”

Lithia se surpreendeu novamente. Neste momento, não só na capital, mas em todas as aldeias vizinhas, a bomba de água estava a sendo muito popular a um ritmo fenomenal. Esta foi à força motriz por trás do rápido crescimento da Firma Raglam, mas vendo isso… também dizem que Jin, que é um [Artesão Mágico] de um país estrangeiro foi quem fez isso. Seu interesse por Jin estava crescendo cada vez mais. (NT: ela mal apareceu, mas já quero que desapareça…)

“Bem, tendo terminado o trabalho do dia de hoje, por favor, relaxe”

Dizendo isso, o chefe levou Lithia ao Onsen. Sua sobrinha, Barbara, já estava esperando lá.

“Chefe, o que é esse lugar?”

“É um Onsen”

“Onsen?”

“Bem, tente entrar. Barbara, deixo o resto para você”

“Sim, Oji-san”

O chefe da aldeia encomendou o resto a Barbara e foi para casa.

“Bem, agora, Fahlheit-sama, por favor, entre”

Dizendo isso s convidou ao vestiário, e começou a tirar a roupa.

“Por que você está tirando a roupa!?”

Lithia teve uma reação incompreensivelmente natural. Barbara riu.

“Desculpe por não explicar claramente. Isto é conhecido como Onsen, é um lugar onde a água subterrânea é aquecida. Por isso, todos na aldeia podem vir e desfrutar da água quente e se recuperar de fadiga”

“É diferente de uma casa de banho normal?”

“Sim, este usa  água quente que brota do subsolo. De acordo com Jin, uma grande quantidade de calor se reuniu sob a montanha da morte e a água que entra em contato com o calor se aquece, que é o que eu disse, mas eu realmente não sei muito sobre isso”

“Portanto, Jin-san também fez isso?”

“Sim, ele é o benfeitor desta vila”

Após a conversa, entraram na água quente.

“Ah, isso realmente se sente bem”

Com a tensão finalmente ido embora, Lithia e Barbara se esticaram na água quente.

“Certo?”

io

A coletora de impostos agora estava na casa de banho, ou seja, estava tranquila como os outros moradores foram excluídos de entrar no Onsen, exceto Barbara. As suas estavam deitadas na água quente e colocaram suas cabeças nas bordas das fontes termais. Por um momento, a presença de um homem velho apareceu.

“Fahlheit-sama?”

Lithia olhou com inveja para as protuberâncias presentes no peito de Barbara que estava ao seu lado, mas, em seguida, se recompôs e agora tinha outra coisa em mente.

“De onde no mundo Jin-san veio?”

Perguntou.

“Saa… me disseram que ele foi arrastado por um [Artefato] que funcionou mal e foi jogado aqui. Se bem me lembro, o seu país se chama Japão. Você sabe desse país?”

“Japão? Não, eu nunca tinha ouvido falar. Embora eu não estou muito familiarizada com a geografia do continente ”

Lithia era uma [Nova Nobre] e ser cobradora de impostos foi o seu primeiro trabalho, disse a Barbara. 16 anos de idade e 15 anos de idade, elas estavam separadas por um ano(NT: e pela protuberância…), e se tornaram boas amigas por meio da socialização nua.

[Anterior] [Início] [Próximo]

Anúncios

6 comentários sobre “Magi Craft Meister Volume 1 Capítulo 11

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s