Magi Craft Meister Volume 1 Capítulo 10

Traduzido por Kote. [PDF]


 

Volume 1 Capítulo 10 – A chegada do cobrador de impostos

Agora é outubro, e o trigo semeado no outono começou a brotar.

“É uma questão de tempo para que chegue”

Martha sussurrou. Jin foi capaz de ouvi-la.

“Venha? Quem?”

“O cobrador de impostos”

“O cobrador de impostos?”

Ah, então há impostos neste mundo, pensou Jin. E pelo som de um cobrador de impostos, ele imaginou um homem de meia-idade, cheio de gordura. Caso contrário, um de meia-idade magro, mas obcecado com dinheiro.

Apenas uma vez, enquanto Jin estava no orfanato uma pessoa da administração fiscal chegou. Bem, não é como se eles estivessem sonegando de impostos já que a pessoa depois de verificar os pagamentos se foi.

“Quanto é?”

Martha inclinou a cabeça.

“Un, eu acho que a quantidade de trigo no ano passado foi…”

Pela história de Martha, Jin entendeu que eram cerca de 5 toneladas. O consumo desta aldeia era de cerca de 10 a 15 toneladas por ano, isso é de 2:1 ~ 3:1, de modo que o imposto pode ser menor.

“Como o imposto é determinado?”

Ouvindo isso,

“Ah, parece que é determinado pelo número de famílias”

Isso é porque levaria muito tempo e esforço para examinar o imposto para cada cultivo. O levantamento topográfico é conduzido desde o Período Edo*, usando o [Método Teimen] após a Reforma Kyoho*. Seria difícil para o país a mudar o sistema fiscal para estimar a safra.

(NT: O período Edo (江戸時代, Edo-jidai) (Yedo ou Yeddo também conhecido como período Tokugawa (徳川時代,Tokugawa-jidai), é um período da história do Japão que foi governado pelos xoguns da família Tokugawa, desde 24 de março de 1603 até 3 de maio de 1868.

Esse período marca o governo do Xogunato Tokugawa (ou Xogunato Edo) que foi oficialmente estabelecido em 24 de março 1603 pelo primeiro xogum Tokugawa Ieyasu. O período terminou com a Restauração Meiji em 3 de maio 1868, a restauração do governo do tenno (imperador) pelo décimo quinto e último xógum, Tokugawa Yoshinobu.

O período Edo também é conhecido por marcar o início do período moderno do Japão.

)

(NT: As reformas Kyōhō (享保の改革, Kyoho não kaikaku) são um conjunto de políticas económicas implementadas em 1736 no Japão pelo shogunato Tokugawa. Estas reformas, desenvolvidas pelo oitavo shogun Tokugawa Yoshimune, abrangendo os primeiros vinte anos do seu shogunato.

As reformas visavam tornar o shogunato financeiramente solvente. Por causa das tensões entre a ideologia do confucionismo e a realidade económica do Japão Tokugawa, Yoshimune julgou necessário resolver alguns princípios confucionistas que dificultavam o processo de reforma.

As reformas Kyōhō incluem o ênfase na frugalidade, bem como a formação de alianças comerciais que permitiram maior controle e tributação. Regras de atendimento alternativos (sankin kotai) foram distendidas e a proibição de livros ocidentais (menos as que dizem respeito ou referindo-se ao cristianismo) foram enfatizada.

Este movimento de reforma foi seguido por outros três, durante o período Edo: as reformas Kansei da década de 1790, as reformas Tenpō da década de 1830, e as reformas Keiō de 1866-1867.

)

No entanto, se são incapazes de pagar por causa de más colheitas, então, nesse memento o imposto é reduzido.

“Eles vêm para examinar o que podemos pagar e o que não podemos pagar, e o imposto no próximo ano é decidido”

“Eu vejo, como transportam o imposto?”

“É o cobrador de impostos que o transporta da aldeia. Ou algum funcionário do governo vem para transportá-lo ”

Na verdade, eles não vêm a esta região remota a não ser pelo imposto.

“Entendo”

Aqui, Jin decidiu fazer uma pergunta que tinha há muito tempo.

“Eu estive pensando por um tempo, mas leva 2 ou 3 dias para chegar à próxima aldeia. Existe algum perigo na estrada? Coisas como bestas ou ladrões”

“Ladrões, eh? Eu nunca ouvi falar desse tipo de coisa na minha vida. Você mesmo poderia fazer lucros em um lugar tão remoto?”

“Bem, eu acho que sim…”

“E, como os animais, eles aparecem. No entanto, os lobos ao redor aqui são pequenos e, a menos que seja uma manada, não há perigo de ser atacado. Além disso, toda a gente tem uma campanha para afastar os animais”

“Assim que existe tal coisa, eh?”

Deveria verificar se é uma ferramenta mágica depois, pensou Jin. Em qualquer caso, eu queria saber se havia uma campanha [Guarda de Demônios] em vez de uma campanha [Guarda de Bestas]. Bem, você poderia dizer que a campanha [Guarda de Bestas] é uma versão degradada da campanha [Guarda de Demônios].

 

Dois dias depois dessa conversa.

“Ah, finalmente cheguei”

Um viajante solitário tinha chegado à Aldeia Kaina. Parecia ser uma mulher.

Seu corpo levava um peitoral e uma espada curta ligada à sua cintura. Sua aparição em cima do cavalo identificava seu status social. É isso mesmo, ela era responsável pela coleta de impostos da Aldeia Kaina.

Pokupoku o cavalo se aproximou, enquanto ela perguntava aum um aldeão.

“Un, eu tenho algo a perguntar… esta é a aldeia Kaina, certo?”

“Sim, é sim…”

Quem respondeu foi Jin. Nada mais estava voltando para recolher seiva de borracha natural.

“Ah, isso é bom. Eu pensei que tinha chegado à outra aldeia”

“Umm, me desculpe, mas quem é você? A propósito, meu nome é Jin”

A mulher no cavalo profundamente pediu desculpas como se fosse chorar.

“Ah, p-por favor, desculpe-me. Meu nome é Lithia, fui escolhida como a pessoa encarregada dos impostos da Aldeia Kaina esse ano”

A mente de Jin, experimentou a imagem que tinha a cobradora de impostos em colapso.

“Ah, prazer em conhecê-la. Esse ano você disse? Então você não deve estar familiarizada com esta área. Você quer que eu te guie a casa do chefe da aldeia?”

“Is-isso seria de grande ajuda! Por favor, faça isso!”

Ela disse a Jin com todo o seu poder. Com um sorriso, enquanto a guiava para a casa do chefe, Lithia perguntou.

“Umm, para o trigo, como foi a colheita este ano?”

“Ah, bem, você teria que pedir ao chefe porque ele é o único que sabe”

“Bem… isso é verdade”

Mais uma vez, Jin examinou a mulher no cavalo. Tinha um pequeno corpo com um rosto de bebê. Seu cabelo é castanho e os olhos são da mesma cor. Não importa como se olha, dificilmente ela tinha acabado de se tornar uma adulta.

“Umm, Lithia-san, me desculpe, mas qual é a sua idade?”

“Eh? Umm, eu tenho 15 anos. É-é engraçado?”

Jin sorriu ironicamente.

“O que é engraçado? Eu não sei o que está perguntando. É apenas algo incomum”

“Ah, ha, sim! Este é o meu primeiro trabalho como uma funcionária do reino”

“Oh, o seu primeiro trabalho a serviço do reino. Você deve estar muito nervosa. Embora você deva tentar relaxar um pouco”

“S-sim!, Muito obrig…”

Gaguejou.

Jin lembrou de uma criança do orfanato que estava tão nervoso quando foi para a entrada do exame de ingresso para a preparatória.

“M-Minha casa é uma casa de novos nobres, então eu não estou acostumada a esse tipo de coisa”

“Nova Nobreza? O que é isso?”

Jin repete involuntariamente novas palavras para se lembrar delas.

“Você sabe sobre isso? Para o futuro, o Rei se livrou de toda a nobreza com defeito e as pessoas prósperas ou soldados que realizaram serviços meritórios receberam os postos de [Baronet] e de [Ritter]”

[NT: Baronet não é um título da nobreza, mas neste caso o autor decide a considerar como um. Enquanto que Ritter é um Cavaleiro em alemão, que é um verdadeiro título de nobreza. Ritter (Cavaleiro) é considerado de mesmo nível que o título de Baronet]

“É a primeira vez que eu ouço falar disso”

“Eu acho que é verdade, é uma história que só é ouvida dentro do castelo do rei”

Era uma história que as pessoas não sabiam e alguns oradores falavam sobre isso, pensei que era apenas um rumor. Mesmo que fosse um boato Jin ficou em silêncio e ouviu, graças a isso, o nervosismo de Lithia e a tensão em seu discurso tinham ido embora.

“Meu pai fez um serviço meritório no conflito com os países vizinhos do sul e foi promovido a [Ritter]. Sua filha que sou eu, também, fui promovida a [Ritter] e assim consegui esse trabalho”

“Haa… você deve ter um monte de problemas”

Tendo autoridade significa vários problemas, Jin, mais uma vez reconheceu.

“Ah, esta é a casa do chefe da aldeia”

Enquanto conversavam pela pequena aldeia eles chegaram a casa do chefe.

“Ah, obrigada por me ajudar Jin-san”

“Não é nada, com isto eu terminei”

Ele disse e voltou para a casa de Marta enquanto carregava o balde com borracha natural.

“Tadaima~”

“Okaeri ~, Jin-oniichan. Você foi recolher mais borracha?”

Hanna lhe deu as boas vindas em casa. Jin pensava sobre uma variedade de coisas para fazer com a borracha.

“Oh, bem vindo, Jin”

Martha também o saudou. Jin disse para Martha.

“Acabei de conhecer o cobrador de impostos e o guiei para a casa do chefe”

Dizendo isto, Martha inclinou a cabeça.

“Eh? Essa pessoa deveria conhecer a aldeia”

Disse. Jin pensava no que ia dizer.

“Em outras palavras, uma nova pessoa assumiu este ano. Desta vez, a pessoa é uma menina de 15 anos. De acordo com ela, é uma nova nobre”

“Oya, eu vejo. Eu acho que não é impossível, então”

Tun~ olhando para quem lhe tirou a bainha de sua camisa, viu Hanna com um rosto inchado.

“Essa pessoa era tão bonita?”

“Eh?”

“Era bonita, a pessoa que você guiou?”

Jin estava perdido em como responder.

“Is-isso não é tudo. Claro que é bonita, mas…”

Hanna o beliscou.

“Se há uma pessoa em apuros, você não pode ignorar? É isso o que é?”

“É isso mesmo, se Hanna está em apuros eu vou te ajudar”

Martha, em seguida, veio com um pouco de ajuda oportuna, para persuadir Hanna.

“Tanto eu como Martha, estamos aqui se você precisar de ajuda”

Com isso, Hanna foi convencida e soltou sua mão.

[Anterior] [Início] [Próximo]

Anúncios

3 comentários sobre “Magi Craft Meister Volume 1 Capítulo 10

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s