Sword Art Online Progressive capítulo 15

Traduzido por Kote. (Curta também no facebook) [Baixar em pdf]


 

Capítulo 15

Após o desaparecimento do boss, os Sentinelas estavam na parte de trás também evaporaram.

As tochas salientes das paredes, substituíram o seu laranja opaco por um amarelo brilhante. A escuridão da sala do boss desapareceu e uma brisa fresca purga no calor da batalha.

Tudo estava silencioso. Os grupos G e E foram deixados para trás; Grupos A, C, D e F, estavam sentados em seu colo, esperando a restauração de seu HP e sentado no chão perto da parede estava Egil junto com seu grupo B, todos pareciam atordoados e com um olhar vazio. Parecia que todos estavam com medo de que o pesadelo do Rei Kobold revivesse novamente.

Eu mesmo ainda estou de pé com a espada da minha mão direita na mesma posição que o meu último ataque.

Isso é realmente o fim? Ou as “pequenas diferenças na versão beta” aparecerão de novo…?

De repente. Uma pequena mão gentilmente tocou meu ombro direito, o que me obrigou a baixar minha espada. A esgrimista Asuna estava ao meu lado. Ela olhou para mim de pé e seu longo cabelo castanho balançando ao vento.

Agora, sem o casaco, seu rosto poderia finalmente ser visto; pela primeira vez na minha vida vi algo tão bonito que eu duvido se era a aparência real do jogador. Enquanto estava atordoado com tanta beleza, Asuna – talvez só temporariamente – em silêncio, sem uma pitada de irritação assentiu com a cabeça e, em seguida, sussurrou:

-Bom trabalho!

Só quando estas palavras chegaram aos meus ouvidos, finalmente entrei em si. É sobre… o primeiro andar da prisão com oito mil jogadores, o principal obstáculo foi superado.

E como se o sistema estivesse esperando por mim  entender a situação, na minha frente apareceu uma nova mensagem. Aquisição de experiência. Distribuição de dinheiro. E finalmente… os itens recebidos.

Todos os que estavam reunidos na sala, estavam vendo o mesmo; Portanto, todas as suas expressões alteradas e um segundo mais tarde veio um forte “URAAAA”.

Alguns levantaram suas mãos. Outros abraçaram seus companheiros de equipe. Alguém dançou. Neste forte furacão, alguém lentamente levantou do chão e se aproximou de mim. Ele era um guerreiro com um machado de duas mãos, Egil.

-… Excelente comando. E grandes habilidades de espada. Parabéns, esta vitória é sua por direito.

Embora usou uma palavra em inglês no meio da frase, o gigante falou fluentemente. E então ele sorriu de orelha a orelha. Ele fechou sua mão direita em um punho e o levantou.

Eu pensei sobre como responder, mas na minha cabeça nada apareceu; no final dizendo “Não…” Fechei minha mão, também formando um punho e levantei.

Nesse momento.

-… porque!

De algum lugar atrás de mim uma grande voz explodiu. Me virei para o grito que soou quase como um pranto e, ao mesmo tempo toda a sala ficou em silêncio novamente.

Me afastando de Asuna e Egil, eu vi um cara com armaduras leves e uma espada; Não lembro o nome dele. No entanto, assim como sua boca se abriu e umas palavras distorcidas foram derramadas, percebi quem era.

-…. Por que você deixou Diabel-san morrer?!!!

Ele é um do grupo C… o grupo do  falecido cavaleiro Diabel, ele foi um dos seus amigos desde o início. Eu olhei atrás dele; os outros quatro estavam ali com uma aparência enrugada. Alguns estavam chorando.

Olhando para o guerreiro com uma espada, murmurei alguma coisa em resposta, porque eu realmente não conseguia entender suas palavras:

– Deixei morrer…?

– Isso é tudo!!! Porque … porque você sabe as habilidades do boss, porque você sabe bem!!! Se você nos dissesse desde o início, Diabel não teria morrido!!!

Ele cuspiu as palavras como se estivesse pingando sangue. O resto do grupo começou a sussurrar. “Na verdade, se você pensar…” “Mas como?… Isso mesmo não estava no guia …” Frases semelhantes se espalharam pela sala.

E dando uma resposta, como era de se esperar, Kibaou falou…

… Não. Kibaou ligeiramente fez uma pausa, como se esforçando para parar a língua. No entanto, um outro membro do grupo E, uma usuário de cimitarra, que estava sob seu comando, se aproximou a mim e apontando com a mão direita, disse:

-Eu… Eu sei!!! Este cara é um beta tester!!! É por isso que todos os ataques do boss, os locais perfeitos para caça, missões, ele sabe tudo!!! Ele sabia e deliberadamente escondeu!!!

O cara da cimitarra e os outros membros do grupo C, embora eles ouviram essas palavras, não mostraram nenhuma surpresa. Eu pensei que talvez eles tinham ouvido falar de Diabel mas como ele mesmo era um beta tester, os segredos de seus companheiros de equipe, ale apenas deveria ter levantado esta questão… quando eu estava lendo as habilidades de katana, nunca ninguém tinha visto, eles devem ter adivinhado.

Os olhos do usuário de cimitarra queimados com ódio e tentou gritar outra coisa.

Ele foi interrompido por um jogador com um martelo até o final tinha desempenhado o papel de tank com Egil. Ele levantou a mão e disse calmamente:

“Mas no guia, que recebemos ontem, estava escrito que a informação sobre os ataques do boss foi retirado do beta teste, certo? Se ele realmente é um beta-tester, então, ele deve saber o que sai no livro.

-Isso é…

O grupo do jogador E hesitou e ficou em silêncio; em seguida, ele falou com uma voz cheia de ódio:

-Este guia é uma mentira. A Loja da Argo vendeu uma mentira. Ela é uma beta tester. Não pode ser que ela estava dizendo a verdade gratuitamente.

… Terrível. Isso está muito mal.

Prendi a respiração. Podem me colocar qualquer número de fardos. No entanto, um surto de hostilidade para com todos “beta testers”, começando com Argo, é algo que eu quero evitar a todo custo. Mas… mas agora que eu posso fazer …

Baixei os olhos para ver o chão. O sistema de mensagens ainda estava queimando. Ganhar experiência, itens…

De repente.

Na minha mente, passou uma idéia. No entanto, isso levou a um conflito que fez todo o meu corpo tremer. Se eu faço… eu não tenho nenhuma idéia de que tipo de futuro me aguarda. Há um risco de que vai me matar de surpresa, algo que eu sempre tive medo. Mas, pelo menos, a hostilidade contra a Argo e outros Beta Tester podem ser evitados…

De pé atrás de mim Egil e Asuna, que haviam permanecido em silêncio, falaram novamente.

-Ei, pessoal…

-Hey, você…

No entanto, girei o meu pulso para detê-los.

Eu dei um passo para frente, coloquei uma expressão ousada no meu rosto e olhei friamente o rosto do usuário de cimitarra. Dei de ombros e falei com indiferença:

-Os beta testers? Falam sobre eles? … Eu não me misturo com esses aficionados.

Sword_Art_Online_Progressive_Vol_1_-_161

-O que…? O que você disse…?

-Ouça e lembre. O beta fechado de SAO era um inferno, uma loteria com uma mínima chance de ganhar. Duas mil pessoas, quantos jogadores você pensa que realmente jogavam MMOs? A maioria eram apenas novatos, que não conseguiam nem subir de nível. Vocês são muito melhores do que eles.

Depois destas palavras depreciativas, os 42 jogadores permaneceram em silêncio ao mesmo tempo. Um frio semelhante à batalha contra o boss, como laminas invisíveis caminhando através da minha pele.

-… Mas eu não sou como eles- eu quebrei o silêncio e sorri -Durante o teste beta, eu me aproximei a um nível que ninguém mais pôde chegar. Eu aprendi as habilidades de katana  utilizadas pelo boss, porque lutei com monstros dos andares superiores que usavam katanas. E acima de tudo isso, eu também sei muito mais do que qualquer outro jogador, mesmo ultrapassando essa pessoa chamada Argo.

-… O quê? … O quê? …- Falou com voz rouca o jogador do Grupo E, o primeiro a dizer que eu era um beta tester- Isso é… isso não é um beta tester… é só armadilha, sim, você é um cheater(NT: trapaceiro)!

Em seguida, várias vozes soaram de qualquer lugar. “Sim, cheater, beta-tester cheater. Essas palavras foram fundidas e de repente uma palavra estranha tocou meus ouvidos. “Beater”.

-… “Beater” soa bem.

Rindo, olhei em volta com um sorriso e disse claramente:

-Isso é tudo, eu sou um “Beater”. E não se atrevem a me colocar em pé de igualdade com todos os antigos “beta testers”.

… Isso deveria ser suficiente.

A partir deste momento, todos os outros beta testers, esses 400 ou 500 jogadores serão divididos em duas categorias. A maioria – “Beta testers que são novatos” e o resto serão os “sujos Beaters controladores de informação.”

No futuro, toda a hostilidade dos novos jogadores se centrará sobre os Beaters. Se encontrarem algum beta tester, eles não vão odiá-lo imediatamente.

Em vez disso, eu perdi qualquer chance de uma futura luta na vanguarda como parte de uma guilda ou grupo… no entanto, é pouco provável que alguma coisa vai mudar porque eu sempre joguei sozinho. Isso é tudo.

O cara da cimitarra empalideceu e ficou em silêncio; Ele e outros membros do grupo C afastaram seu olhar dos indivíduos do grupo E.

Eu abri meu menu e toquei na seção de equipamentos. O casaco de couro cinza escuro que eu usava até agora, foi substituído pelo único item que o boss dropou “Coat of Midnight”. Meu corpo estava cercado por um brilho fraco e a medíocre capa cinza foi substituída por um de couro preto radiante. O comprimento também aumentou, chegando a mais além de meus joelhos.

Me virei, agitei o manto com um floreio e olhei para a pequena porta na sala de trás do boss.

-Eu estou indo ativar o portal do segundo andar. Desde a saída para a cidade é uma caminho curto; se você quiser vir comigo, prepare-se para matar o primeiro monstro que aparecer.

Com estas palavras, eu fui para a porta; Egil e Asuna estavam em silêncio, me observando.

Seus olhos implicavam claramente que eles entenderam tudo. Graças a isso, minha alma se sentiu melhor. Eu dei um leve sorriso para os dois, eu corri para a frente e abri a porta atrás do trono.

Por um tempo, eu subi uma escada estreita em espiral; em seguida, apareceu diante de mim outra porta.

Eu a abri com cuidado e uma imagem incrível apareceu diante dos meus olhos. A porta leva a um monte rochoso íngreme. Para a esquerda era uma escadaria de pedra; mas primeiro digitalizei a imagem do segundo nível.

Em contraste com a diversidade de paisagens do primeiro nível, o segundo nível de lado a lado estava cheio de colinas planas. Os topos foram cobertos com vegetação exuberante, que geralmente era o habitat de monstros tipo touro.

As pessoas do segundo nível, a cidade Urbus, parecia como se estivesse  totalmente escavada em uma colina. Desci pelas escadas que havia descrito há pouco, caminhei cerca de um quilômetro em todo o campo, encontrei o portal da praça principal de Urbus. Com um pequeno toque o portal irá ativar o vinculando-se com o portal que liga a cidade do primeiro nível.

Se resulta que pelo caminho que eu morra ou, por exemplo, se eu vou sentar aqui e não fazer nada, duas horas após a morte do boss, o portal se abrirá automaticamente. Mas a notícia de que o grupo de ataque desafiou o boss provavelmente já se espalhou na cidade de partida e um monte de jogadores estão esperando perto do portão esperando que este se abra e se ilumine com uma cor azul. Por causa dele, tudo que você tem a fazer é se apressar para chegar a Urbus, mas… pelo menos um pouco mais, eu tenho o mesmo direito de mergulhar nesta bela vista.

Eu dei uns passos para frente e me sentei perto das escadas de pedra.

Por trás das colinas da diferença entre os níveis de Aincrad você podia ver um pedaço de céu azul.

Eu não sei quantos minutos se passaram. Pouco depois meus ouvidos escutaram vários passos subindo as escadas atrás de mim. Eu não olho para trás; a pessoa a que pertencia os passos, saiu da porta e parou imediatamente; Depois suspirou um pouco, veio até mim e se sentou.

-… Eu disse que não me seguisse- sussurrei e uma voz descontente respondeu imediatamente:

-Você não disse isso. Você tinha acabado de dizer que quem estava disposto a morrer que me seguir?

-… Isso é verdade, então me desculpe.

Encolhi meus ombros e olhei para a pessoa que se sentou ao meu lado, o esgrimista Asuna. Seu rosto era belo de qualquer ângulo. Por um momento, seus olhos castanhos encontraram os meus, mas logo desviou o olhar e murmurou, “bonita”.

Por um momento, nos sentamos em silêncio e, de repente, disse:

-Egil-san e Kibaou me pediram para lhe dizer uma coisa.

-Uh… o que exatamente?

-Egil-San disse: “Vamos juntos pelo segundo boss de nível” e Kibaou…

Asuna limpou a garganta um pouco e com uma cara séria, tentou reproduzir o discurso de Kibaou, mas com resultados desastrosos:

-… “É possível que neste momento tenha me ajudado, mas para mim, você não é ninguém. Vou passar por este jogo a minha maneira”, ele disse.

-… Oh realmente.

Repeti estas palavras na minha cabeça algumas vezes. Enquanto isso, Asuna tossiu de novo e continuou, sem olhar para mim.

-Mas… alguma coisa de mim.

-Q… O quê?

-Na batalha você me chama pelo meu nome, hein?

“Bem, sim”, eu me lembrei imediatamente. Sim, no calor da batalha grosseiramente a chamei sem qualquer sufixo.

– Des-desculpe, eu esqueci… usar um sufixo ou que disse de errado?

Nesse momento, Asuna olhou para mim intrigada.

– Dito mal? Eu não lhe disse meu nome e também você não o fez certo? Então, como você sabe meu nome?

– Haa!

Esta exclamação me escapou completamente sem intenção. “Como eu sei?” Isso é porque nós estamos no mesmo grupo (ainda, claro) e, portanto, no canto superior esquerdo do meu campo de visão aparecem duas barras de HP e em um deles está claramente escrito “Asuna…”

-…Aa… n… é a primeira vez que você faz equipe com alguém…

-Sim.

-… Por isso, é claro.

Involuntariamente fiquei com a boca aberta, eu levantei a minha mão direita e apontei o campo superior esquerdo do campo de visão de Asuna.

-Aqui você pode ver uma outra barra de HP junto a sua, em baixo tem algo escrito?

-Isto…- Asuna resmungou e balançou a cabeça, tentando olhar para a esquerda; Instintivamente eu segurei seu rosto com os dedos.

-Quando você gira sua cabeça, a barra também se move. Sem mover a cabeça, olhe para a esquerda com os olhos.

-Aqui vamos nós

Os olhos castanhos de Asuna se moveram desajeitadamente e viram uma sequência de caracteres que não tinham visto. De seus lábios brilhantes saíram três leves sons.

-Ki… ri… to Kirito? Então, esse é o seu nome?

-Uh-huh.

-Oh wow… todo esse tempo esteve ai…- sussurrou ela e de repente todo o seu corpo estremeceu. Só então eu percebi que meus dedos ainda estavam em suas bochechas. Era… bem, algo como “iniciar um movimento” de uma habilidade de espada.

Movi a minha mão com tal velocidade que parecia ter produzido um som agudo e, em seguida, eu me virei. Poucos segundos depois, ouvi uma risadinha, bem, pelo menos eu pensava assim. “Uh, você está rindo? a mestre de “Linear”, Overkill de kobolds Asuna-san? Um desejo ardente de ver o rosto dela se apoderou de mim, mas eu suportei.

Infelizmente, o riso parou rapidamente; o qual foi substituído por uma voz tranquila.

-… De fato, Kirito, fui atrás de você para dizer “obrigada”.

-… Pelo pão com creme e casa de banho? – Eu disse sem pensar.

-Não – agora sua voz parecia de alguma forma assustadora; No entanto, ela imediatamente continuou- Se bem que em parte é por isso também. Existem… muitas coisas. Obrigada por tudo. Eu… eu tenho um propósito neste mundo, algo para o qual eu quero lutar.

-Heeh… e com que finalidade?

Eu olhei para Asuna; Ela me mostrou um breve sorriso.

-É um segredo.

Isso é tudo o que ela disse. Então ela se levantou e deu um passo atrás.

-… Eu vou me esforçar. Para me tornar mais forte. Para alcançar meu objetivo.

Eu virei para ela e balancei a cabeça.

-Sim… você pode ser forte. E não apenas em termos de trabalho com uma espada, o seu poder é importante e necessário. Portanto, se alguma vez alguém que você confia a convidar a entrar em uma guilda, você não pode desistir. Jogadores solo têm os seus limites, no final…

-…

Durante os seguintes segundos, ouvi a respiração de Asuna.

Então ela disse algo que se converteu em uma surpresa para mim.

-Da próxima vez que nos encontrarmos, me diga como você me tirou desse labirinto.

-Aa…

“Isso foi fácil” – quis responder, mas eu engoli essas palavras. Em vez disso, simplesmente respondi “Ok”. Então, lembrando outra coisa, eu acrescentei:

-Oh… Eu tenho algo que eu preciso te dizer. Antes da reunião, antes de ontem eu queria dizer…

Sim, agora só tenho que lhe dizer. Essa parte da responsabilidade pela tragédia das duas mil mortes e o fato de que Asuna estava à beira do desespero, é sobre os “beta testers” egoístas… quero dizer, os “Beater” como eu.

Mas antes de falar tudo sobre isso pra ela, Asuna balançou a cabeça.

-Não. Eu já sabia. O caminho que você escolheu para si mesmo… e agora você vai seguir em frente sozinho. Mas… mas um dia…

Seu sussurro de repente quebrou. Após uma breve pausa, ela calmamente disse adeus:

-… Bem, então, nos vemos, Kirito.

A porta rangeu. O som de passos foi seguido por -BAM- a porta se fechou.

Eu esperei até que a informação do cheiro de Asuna se dissipasse no ar virtual, então eu me levantei. Tentei pensar sobre o significado de suas últimas palavras, mas decidi no final que não há nada de errado se eu não compreendê-las.

Respirando fundo, dei uma olhada na porta que Asuna tinha entrado e comecei a caminhar lentamente para baixo ao longo das amplas escadas.

Eu contei o número de degraus, quarenta e oito. Eu pensei sobre esse número, e em certo sentido, eu percebi logo. Seis por oito… em outras palavras, o número de jogadores em um grupo de ataque total. Se, por exemplo, o boss do primeiro nível fosse atacado por todos os jogadores e nenhum deles morresse, em seguida, em cada degrau da escada estaria localizado todos os jogadores.

Mas, claro, os designers deste lugar não poderiam imaginar que o “grupo” de jogadores a descer essas escadas, se constituiria por uma única pessoa.

Durante a descida eu fiquei estressado, o que o futuro me aguarda? Não havia ninguém na minha frente, ninguém atrás. Onde quer que vá, eu vou estar sozinho…

Porém.

Quando eu fui um pouco para baixo, no canto direito do meu campo de visão brilhou no ícone da mensagem.

Foi uma “mensagem de um amigo” que podem ser enviadas e recebidas, mesmo se eles estão em níveis diferentes. E agora eu tenho como amigo apenas dois jogadores. Meu primeiro amigo Klein e a comerciante informação Argo apelidada de “Rata”.

Me pergunto qual dos dois…

Eu pensei e abri a mensagem. Resultou que era Argo.

“Parece que por causa de mim você estave em apuros, Ki-bou”

-Mas a informação se espalha rapidamente! -Involuntariamente deixei escapar essas palavras. Eu continuei lendo, mas havia apenas mais uma frase:

“Como um pedido de desculpas, apenas uma vez, vou vender a você qualquer informação de graça.”

… Ho.

Eu não pude deixar de sorrir, enquanto caminhava abri o teclado holográfico e digitei uma resposta rápida:

“Então diga-me cara a cara, por que você usa um bigode?”

Ao clicar em “Enviar” eu sorri de novo, só então, eu desci as escadas, me aproximei da cidade de Urbus.

Fim do capítulo.

[Anterior] [Início] [Próximo]

Anúncios

3 comentários sobre “Sword Art Online Progressive capítulo 15

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s