The Lazy Dragon Is Working Hard capítulo 10

Traduzido por Kote.


Capítulo 10

Após 1 mês de treinamento, a minha capacidade já é comparável à dos Cavaleiros.

“O valente Ars, sobreviveu ao  doloroso treinamento e cresceu a um ritmo alarmante.”

“Eu te dou esta armadura. A partir de agora, eu espero que ela possa te ajudar.”

O Rei me concedeu uma armadura de mithril e uma espada impressionante. Mesmo para os aventureiros, há apenas uma pequena quantidade de mithril. O preço deste material é, provavelmente, 100 vezes a minha renda em uma vida inteira.

“É melhor você trabalhar duro para satisfazer todas as expectativas.”

Minha promessa foi marcada com essas palavras de heroísmo.

“A partir deste dia, você está autorizado a regressar à sua aldeia e descansar.”

Finalmente, depois de um mês, eu voltei.

“Oi, você está de volta!”

“O orgulho do povo!”

“Eu sempre soube que ele estava designado para algo grande.”

Eu fui recebido com alimentos e bebidas. Até fizeram uma fogueira no meio da praça do povoado. Embora viver no palácio fosse bom, eu prefiro passar meus dias no povoado.

Todos no povoado, há um mês me olhavam como merda. Hipócritas.

“Oh, Ars está de volta.” Era o prefeito.

“Prefeito, não é hora de colher?”

Desde a invasão dos demônios, o cultivo tinha ficado difícil. E temos que pagar mais impostos se não colhermos.

“Não se preocupe. Já que você é o herói, o nosso povoado ficou isento de impostos por 10 anos.”

“Eh?”

Isso deve ser uma compensação de quando eles me entregaram para os cavaleiros.

“Ars…?”

“Oh! Pigna.”

Pigna trazia um monte de comida dentro de uma bandeja.

“Você tem tanta comida que até mesmo um cavalo não pode comer tudo isso.”

“É para o vovô.”

Depois, ela saiu rapidamente. Hmm… tem algo estranho…

Depois de contar sobre o meu mês de treinamento, eu mostrei um pouco de magia. Todos tinham os olhos brilhantes ao ouvir minha história. Eu comi a comida caseira da minha mãe, e estava deliciosa.

Eu chorei involuntariamente.

À noite, fui à uma pequena colina. Meu lugar favorito. Daqui, eu podia ver todo o povoado. De um pequeno povoado, saiu um herói.

De repente, minhas mãos começaram a tremer.

De jeito nenhum? Eu estou com medo?

Eu pratiquei espada e magia. Então, por que? Por que?

“Eu sou um herói! Não! Eu sou um agricultor! Não lute contra os demônios!”

Argh. Eu bati minha cabeça contra as rochas nos arredores.

Uma e outra vez.

No entanto, uma rocha não poderia sequer arranhar meu corpo de herói.

“Eu deveria escapar? Devo parar de fingir que eu sou um herói?”

A luz da lua brilhava e uma figura apareceu.

“Pigna?”

“Eu ouvi alguém gritar. Não era minha intenção.”

“Não se preocupe. Eu vim aqui para observar. Sempre que tenho uma expressão sombria, eu gosto de vir aqui.”

“Você vai deixar de ser um herói? Não lutará contra os demônios?”

“Você ouviu, eu não tenho a coragem para ser um herói, nem para derrotar os demônios. Talvez apareça um novo…”

“Quando o demônios forem derrotados ou quando você morrer?”

“Eu realmente me pergunto, por que eles me escolheram?”

“Você é uma pessoa preguiçosa e covarde, como você pode ser um herói?”

“Ei, você não está dizendo coisas ruins?”

“Por que Ars é o herói?”

Pigna, enquanto chorava, me abraçou.

“Pi-Pigna?”

“Ars, deixe tudo isso pra lá e fuja. Porque você tem que carregar esse fardo?”

“Mas se eu escapar… os demônios…”

“Nós só seremos invadidos por demônios.”

“Vai ser perigoso. Até mesmo este povoado será atacado.”

Aaah. Eu finalmente percebi. Aceitei esta vida para proteger este povoado. Minha casa, minha mãe, meu pai e Pigna.

“Não se preocupe. Eu tomei minha decisão.  Vou derrotar os demônios.”

“Mas… você disse…”

“Eu quero proteger o povoado. Eu quero te proteger.”

“A mim?”

“Pigna?”

“Ouça-me. Definitivamente, volte com  vida.”

“Depois de tudo, sou Ars, o herói.”

Finalmente, Pigna me deu um sorriso.

“Ei, Ars…”

“O que é?”

Pigna começou a se contorcer e seu rosto ficou vermelho.

“Se você está bem com isso, eu estou disposta a ser a sua concubina.”

Um choque recorreu todo meu corpo.

“De onde você tirou a ideia de ser minha amante?”

“Porque depois de derrotar os demônios, você se casará com a princesa do palácio.”

“Você está pensando demais. Todas as princesas ​​em nosso país estão casadas.”

Para ser exato, ainda há uma solteira. Mas ela tem 5 anos. É um crime pôr suas mãos sobre ela.

Ei… isso significa que…

“Você está propondo, justo agora…?”

“Ah… isso…”

O rosto de Pigna corou como um polvo cozido.

“Então, você está de mau-humor porque eu poderia me casar com uma princesa?”

Aquele olhar em seu rosto parecia tão bonito. Eu a amo mais e mais.

“É-é claro que não. Eu só quero ter o seu filho. Oh, não. O que eu estou dizendo? Basta ir e derrotar rapidamente os demônios, Ars!”

“Ah… que… eh…”

Pigna me golpeou fortemente. Eu fiquei espantado, olhando diretamente para o céu noturno no horizonte. Para poder me jogar pra longe com apenas um golpe, logo eu, o herói… vou ter cuidado com isso.

No entanto, com isso, está resolvido.

Eu vou derrotar os demônios. Vou voltar vivo e me casar com Pigna!

 

[Anterior] [Início] [Próximo]

Anúncios

7 comentários sobre “The Lazy Dragon Is Working Hard capítulo 10

  1. Me pergunto se o potencial do herói escolhido pelo Deus da Preguiça é proporcional a preguiça existente em sua alma…
    Obrigado pelo cap >w<

    Curtir

  2. Obrigado pelo capitulo nano desu ~~~~~~~~~~~~~~ HM……… Poucas vezes eu vejo um mundo medieval que casa com meninas de 10 para baixo era crime……….

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s