Sword Art Online Progressive capítulo 11

Traduzido e revisado por Kote. (Curta também no facebook) [Baixar em pdf]


 

Capítulo 11

11:00 – Chegamos a masmorra.

12.30 – Subimos para o andar superior.

Até agora, não houve vítimas. Eu secretamente dei um tapinha no peito. No final, o grupo de invasão era quase tão grande quanto possível (máximo de 48 jogadores), e para a maioria foi a primeira experiência de tais eventos. Neste mundo, tudo acompanhado pela palavra “primeiro”, era preocupante com o perigo e risco, sem exceção.

Na verdade, havia três incidentes bastante assustadores. Para jogadores com alabardas, a maioria com lanças e alabardas, os grupos F e G no caminho para atacar os kobolds, especializados em combate corpo a corpo. As armas brancas em SAO não machucam os outros jogadores se eles acidentalmente os acertam (claro, isso não é algo como um crime), e se a arma depois de estar carregada com uma habilidade de espada se enterra em um obstáculo, a habilidade deixará de funcionar. No caso das lanças o risco é particularmente alto e como em um emboscada o combate corpo a corpo leva a ganhar, isso só agrava a situação.

Em tais circunstancias, o cavaleiro Diabel mostrou sua capacidade de comando em toda sua glória. Ao comando de todas as tropas,  tomou soluções radicais, tais como: se retirar enquanto outros atacam, usar habilidades de longo alcance para fazer os monstros recuarem. Estas decisões podem ser tomas somente se é bom para ser um comandante.

Talvez agora podia se dizer que minha reclamação de antes da saída que “todo mundo estava muito animado”, foi simplesmente uma afronta. Diabel tinha sua própria filosofia: “Ter confiança de 100% no comandante é o dever de cada membro do grupo”; graças a isso conseguimos ir tão longe.

…Enquanto eu estava consciente de tudo isso, encontramos uma enorme porta e os que estavam atrás, se colocaram na ponta dos pés para ve-la.

A porta de pedra cinza tinha um relevo  que representava a cabeça de um terrível monstro. Em quanto ao Kobold, na maioria dos jogos MMO estes monstros são pelo geral os mais fracos dos fracos; mas em SAO esta “espécie” é um oponente sério. Os kobolds sabem usar armas como espadas e machados e mesmo usam habilidades de espada. Comparado com os ataques simples, seus traços potenciais com o uso da espada, são muito mais rápidos, mais potentes e mais precisos. Se um jogador que está indefeso é golpeado, mesmo a habilidade de espada mais básica conduz um golpe critico e os pontos de HP caem catastroficamente. A esgrimista Asuna chegou as profundidades do labirinto, utilizando “Linear” o que prova uma vez mais a força e terror das habilidades de espada…

-…Você pode escutar o que vou dizer? –sussurrei a Asuna enquanto me aproximava- Hoje nossos adversários, são os sentinelas Kobold; certamente não são como o boss, mas são monstros fortes , que estarão ao redor do boss. Como expliquei ontem, uma grande parte de seu corpo e cabeça estão cobertas com uma armadura de metal; seu “Linear” não será suficiente.

A esgrimista me escutou, olhando por baixo do capuz, ela assentiu.

-Eu compreendo. Devemos mirar na garganta, não?

_Sem duvida. Tão rápido como os jogadores de alabardas usem suas habilidades, trocaremos rapidamente e os atacaremos.

Asuna assentiu e novo e olhei a porta gigante durante uns segundos.

Onde e quando vai morrer? Cedo ou tarde essa é a única diferença.

Isso me disse quando nos conhecemos. É claro, eu não podia deixar que estas palavras virem realidade. O “linear” de Asuna prova seu talento que ela não tem nem ideia que possui. De todas as estrelas cadentes, sua estrela não deve se queimar na atmosfera, deve suportar todo o fogo e alcançar o solo.

Se Asuna sobrevive a batalha de hoje, certamente será conhecida como uma das guerreiras mais rápidas e mais bonitas de Aincrad. Será uma estrela cadente brilhante que iluminará os outros jogadores através da escuridão do medo e o desespero. Nisso estou absolutamente convencido. Esse papel nunca seria capaz de ser tomado por um beta tester como eu, devido a nossas manchas de vergonha.

Convencido de meu forte compromisso me dirigi a porta. A frente de nós Diabel acaba de terminar a organização dos sete grupos.

Nesse momento, mesmo o cavaleiro não se atreveu a gritar “vamos ganhar”. Pois os kobolds podem reagir aos ruídos fortes.

Em lugar disso, Diabel levantou sua espada de prata e assentiu vigorosamente. Os 43 membros do grupo levantaram seus braços e assentiram em resposta.

O cavaleiro com seu longo cabelo azul, colocou sua mão esquerda no centro da porta.

-…Vamos!

Com este breve grito ele empurrou a porta.

É tão grande e tão ampla?

Isso foi o que pensei quando vi a sala do boss, quatro semanas depois do inicio do jogo.

A sala era enorme e muito larga. Da esquerda a direita da parede tinha uns vinte metros e desde a entrada até a parede do fundo tem cerca de uma centena de metros. O tamnho de todo o piso é aproximadamente o mesmo que o anterior e esta sala é a única zona que ainda não foi explorada, de maneira que seu tamanho pode se estimar a partir dos espaços vazios no mapa. O entanto, quando vê com seus próprios olhos, parece mais profunda do que realmente é.

É certo que em sala tão espaçosa é um lugar onde vagam monstros gigantes. Em Aincrad a porta da sala do boss não se fecha mesmo durante uma luta contra ele. Por tanto, mesmo se tudo vai em declínio e se enfrenta uma aniquilação completa, teremos a oportunidade de nos retirar. No entanto, se dermos a volta e damos as costas ao boss, ele nos atacará com suas habilidades de espada de longo alcance que pode ter o efeito de reduzir nossa velocidade( um estado de “desaceleração”) o que não podemos nos mover (“Stun”). Isso significa que para executar uma retirada é necessário voltar fazendo frente ao boss; nessa situação a centenas de metros entre o fundo e a porta, que parecerão infinitamente longos. A retirada instantânea pode se aplicar se usa um cristal de teletransporte, mas este tipo de cristais são caros e só se encontram nos níveis mais altos; isso significa que a partir daqui os bosses serão mais fáceis de executar, mas por outro lado, devido a seu alto custo, depois de fugir o jogador ficará com uma bolsa vazia.

Enquanto pensava em tudo isso, a sala do boss ficou em uma completa escuridão. Logo nas paredes da esquerda e direita da sala, uma por uma as tochas se iluminaram. As lanternas era primitivas e queimavam ruidosamente.

A medida que novas fontes de luz incrementaram a iluminação geral. O chão de pedra eas paredes estavam todos cobertos de rachaduras. A sala estava decorada com crânios grandes e pequenos, dispersos aqui e ali. No fundo da sala tinha um enorme trono e sobre ele estava sentado o enorme corpo de alguém.

Diabel levantou sua espada e a moveu pra frente dele de cima para baixo…

Com esse sinal, os quarenta e quatro membros do grupo de ataque gritaram e correram para a sala como uma avalanche.

O primeiro grupo que irrompeu a sala foi o A, cujo líder com um grande escudo triangular, correu levantando seu martelo de guerra. Eles foram seguidos pelo lado esquerdo pelo grupo B, liderado pelo portador de machado Egil e o grupo da direita era o grupo C, formado pelo cavaleiro Diabel e cinco de seus amigos. Então o grupo D os seguiu, seu líder era um cara alto com uma espada de duas mãos; os seguindo era o grupo E, encabeçado por Kibaou e os grupos F e G com suas alabardas.

E atrás deles corriam duas pessoas mais…

Quando entre o grupo A e o trono havia 20 metros de distancia, a silhueta gigante que inicialmente se manteve sentada, de repente saltou. Depois de ter feito uma cambalhota no ar, aterrissou provocando que o piso estremecesse. Abriu sua enorme boca(NT: acho que fica melhor que “abriu seu enorme focinho”)…

-Gurururaaaaaaaa!!!

O “Senhor Kobold presa raivosa” era exatamente como eu lembrava. Seu corpo cheio de músculos de mais de dois metros de altura, coberto com um pelo azul acinzentado. Seus olhos sedentos de sangue eram alaranjados. Em sua mão direita sustentava um machado de osso e na esquerda um escudo de couro. No cinto estava a espada de lamina curva “Talwar”.

O Senhor Kobold levantou seu machado de osso e o derrubou em direção ao líder do grupo A, seu escudo triangular levou a pior parte e brilhou com deslumbrantes efeitos especiais e o rugido ressoou na sala.

E como se o som fosse um sinal, dos buracos situados no alto das paredes laterais, saltaram três monstros fortemente armados. Estes iam proteger o boss, Sentinelas Kobold. O grupo E, liderado por Kibaou e o grupo G de apoio se moveram rapidamente para eles e cada um fez cargo dos monstros. Asuna e eu olhamos um ao outro e corremos para o sentinela mais próximo.

O 4 de dezembro as 2:40 PM(NT: 14:40), a batalha contra o boss finalmente tinha começado.

A vida do Senhor Kobold estava formada por quatro barras de HP. Até que se esgotem as três primeiras barras, ele lutará com um machado de osso em sua mão direita e um escudo de couro na esquerda, logo quando ele tenha só uma barra de HP, irá sacar de seu cinto a Talwar. Seu estilo de ataque será completamente diferente, tal como advertiu a guia Argo. Assim que, tão rápido como substitua seu machado de osso pela Talwar, nossas táticas terão que mudar de acordo a tudo o que se tinha discutido na reunião de ontem.

Lutando com um Sentinela que passou através dos grupos E e G, na esquina de meu campo de visão olhei a primeira linha; não havia indícios de que as táticas ou a formação irá se colapsar. Os tanks(NT: em MMOs são aqueles com alta defesa e vitalidade que “tankam” o mob enquanto os outros players de dano vão atacando ele…) e os grupos de ataque trocavam lugares como frieza e os jogadores livres bebiam poções curativas. Na borda esquerda de meu campo de visão estava uma pequena barra que mostrava o HP geral de todo o grupo, o qual se manteve em  80%.

Está bem, deixarei a eles… a batalha continua.

Quando se joga sozinho pelo geral não se pensa nisso, mas agora estou totalmente orando por seu êxito.

*************

Anterior / Início / Próximo

Anúncios

Um comentário sobre “Sword Art Online Progressive capítulo 11

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s