The Lazy Dragon Is Working Hard capítulo 6

Acho que meu próximo projeto vai ser Tsuki ga Michibiku Isekai Douchuu, eu ACHO, como eu leio ao mesmo tempo que traduzo, só irei traduzir se eu gostar(ainda não li nem o prólogo)… Enfim, mais um capítulo do Preguiça-sama…

Traduzido por Kote e revisado por Likw.


 

Capítulo 6

“Me pergunto quanto tempo caminhei.”

O primeiro príncipe do Império Gozman, Harold, se pergunta, enquanto bebe água de um saco de couro.

Já que a caverna está iluminada por pedras mágicas plantadas na parede, a caverna não é toda escura. No entanto, ainda assim, o final do túnel não podia ser visto.

Dentro da caverna sem fim, Harold segue pensando, enquanto caminhava.

Se tem êxito, estará a um passo de se tornar imperador. Ele só tem que suportar esta prova, mas podia tomar meio dia só para chegar às seções interiores da caverna.

Harold, segue caminhando, ao mesmo tempo imaginando sua coroação. De fato, ele esteve sonhando com este evento há muito tempo.

A única coisa que tem para fazer agora, é visitar o Deus Guardião Dragão da preguiça para obter suas bênçãos. Logo, uma vez que saia de forma segura, se tornará o novo imperador.

Estava aliviado de que não teria que enfrentar um monstro ou algo mais ridículo. Só precisava seguir adiante sem “mudar a história”. Era uma ideia para passar a prova?

“Entendo… assim, esta é a provação.”

Como Harold continua avançando sem medo, apesar de que o fim da caverna não pode ser visto,  se movia agora indeterminado.

Vou ter que seguir caminhando? Tem mesmo um fim? Quando Harold começa a se perguntar essas questões, o caminho muda de alguma maneira.

“Que é isso?”

Harold sacode a cabeça para se desfazer de todos os pensamentos.

“Acalme-se. Só siga em movimento. O caminho é reto. Pai tinha dito que só tem um caminho.”

Enquanto trata de seguir adiante, os pés começam a se sentir tão pesados como rochas gigantes. Não iria deixar o chão (É, também não entendi).

“Que é isso?”

Os pés de Harold começam a se sentir mais pesados com cada passo. É este seu limite? Não, Harold tinha recebido uma formação mágica, sendo capaz de usar alguns feitiços de melhora no corpo. Portanto, segue em frente.

“É problemático.”

“Eh?”

Harold se surpreende. Era eu? Isso é o que estou pensando?

Como posso pensar que é incômodo seguir avançando?

Sou o futuro governante de Assurado.

Já que as pessoas de Assurado valorizam muito a diligência, para Harold, quem governará uma nação, é muito inapropriado que simplesmente avançar seria um incômodo.

Embora trata desesperadamente de seguir caminhando, fica lento a cada passo.

“Se dê por vencido… é inútil.”

“Cale-se.”

“Seria bom se sentar e deitar no chão.”

“Cale-se.”

“Só se renda.”

“Que barulhento!”

“Não pense. Só descanse e tudo ficará bem.”

“Não mais!!”

Harold golpeou a parede com todo seu poder. Seu punho corporal melhorado se funde na parede da rocha. O sangue e a dor recuperam sua sanidade.

“Haha… entendo… esta é a prova… não é de estranhar que o pai disse que o inimigo era eu mesmo.”

Harold segue arrastando os pés pesados, enquanto segue em frente.

Se você começasse a ter pensamentos preguiçosos, é muito provável que termine fazendo nada e se torne um estúpido. E uma vez que deixe de caminhar, morrerá.

Agora Harold precisa caminhar para mudar seu destino.

Se você é preguiçoso, simplesmente sente-se. Se é problemático, então esqueça. Se está cansado, então se sente ou deite. Só durma e esqueça todas as coisas incômodas.

Este é o juízo do Deus da Preguiça. Se você pertence a preguiça, seria problemático só se manter com a vida.

“É isto o que pai quis dizer quando disse que devia continuar com o legado? Não posso parar aqui…”

Diligentemente seguiu adiante. Esta é a única maneira de sobreviver no santuário. É o lema que leva todos os que vivem no continente Assurado.

“Vou ser o imperador do império Gozman, do continente Assurado que nunca se rende. A diligência é nosso lema. Não posso parar aqui”. Harold aperta os dentes e segue caminhando.

“Isso é…”

Tem uma espada que sobressai da parede. Não é uma espada qualquer. É a espada real do império Gozman que se perdeu faz décadas.

“Por que a espada está aqui?”

De repente, Harold lembra as palavras de seu pai.

“Pai”. Harold dá um sorriso irônico.

“Talvez o pai trouxe a espada real ao tentar o juízo da coroação. Teve que deixá-la aqui com o fim de seguir adiante.”

Ao ver a espada, Harold continua movendo-se. Depois de mais de meio dia caminhando, Harold finalmente chega.

“Bem-vindo, jovem imperador.”

Sentado em um trono elevado, com três pares de asas de cor preto azeviche, estava a imponente vista do Deus Guardião, o dragão da Preguiça.

 

Anúncios

8 comentários sobre “The Lazy Dragon Is Working Hard capítulo 6

  1. “Se você é preguiçoso, simplesmente sente-se. Se é problemático, então esqueça. Se está cansado, então se sente e deite-se. Só durma e esqueça todas as coisas incomodas.” Meu novo lema.

    Curtido por 3 pessoas

      1. Melhor lema ainda é do Dorival Caymi: “Certa vez acordei com vontade de trabalhar. Continuei deitado na rede e não levantei até que a vontade passou”
        Aliás “Tsuki ga…” é interessante, na linha de Death March Kara e New Gate.

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s