Hachinan tte, Sore wa Nai Deshou! capítulo 9

Traduzido e revisado por Kote.


 

Capítulo 9 – Todos os dias na floresta

“Vou a floresta”

“Cuidado com os ursos e os lobos”

Ultimamente, uma semana depois de minha primeira experiência de caçar aves de guinea, pai parece estar de bom humor, sobre tudo a mim que ia a floresta, como de costume.

Embora ainda sou uma inútil criança de 6 anos, um garoto imaturo, mas eu estava contribuindo para fazer os jatares da família mais luxuosos.

Todo mundo pensou que ainda era impossível para mim ajudar na terra, mas agora saio pra caçar todos os dias aves de guinea consideradas difíceis de caçar mesmo para o caçadores profissionais.

Eu também procuro por outros alimentos como os morangos silvestres, plantas silvestres comestíveis e batata. E desde que comecei a recolher todos esses ingredientes, minha reputação na família melhorou.

Parece que todo mundo estava farto de comer só pão preto e sopa de verduras com sal.

No entanto, isso não significa que vou estar vivendo na aldeia indefinidamente.

Muitos aldeãos, devido o aumento  da população desde a expanção das terras de cultivo, se atribuíram tarefas de campo, por tanto conduz a menos pessoas capazes de caça e coleta.

Isto se devia também a que o trigo é o ingrediente básico do pão, um alimento essencial para as pessoas. Com este fato, pai havia realocou as pessoas.

Enviando a uma criança a força poderia ser perigoso, mas como eu não sou mais que o oitavo filho, não há perca real, mesmo se estivesse morto.

Mesmo para o outro menino, todos eles estão ocupados ajudadno na fazenda com os negocios. Eles estão preocupados de se algum dos preciosos recursos humanos fosse morrer, por tanto o único garoto a que se permite entrar na floresta sou eu.

Me pergunto como um menino de  6 anos de uma família nobre se espera que trabalhe, neste mundo só composto por nobres famílias pobres de classe baixa; Essa é a realidade dos seres humanos nesse mundo?

Tenho pensado em ir a cidade depois que crescer. Só espero que seja muito melhor ali.

No entanto, vou seguir minha caça e coleta, pelo menos para melhorar minha própria dieta.

Uma ave de guinea cmo prato principal, com um lado de plantas silvestres comestíveis. Também posso usar os morangos silvestres para fazer geléia para esse pão chato(boring) e sem sabor.

Além de que todos os muitos artigos(itens) que posso recolher na floresta, sou também capaz de praticar a magia que me agradar.

“Esta magia é conhecida comumente como [Report]…”

Realmente não posso praticar magia de ataque que sejam chamativas assim que fico principalmente com magia de suporte(support magic) como fortalecer meu corpo temporariamente e recuperação mágica.

Avanço para as profundezas da floresta, enquanto confirmo que não há grandes animais selvagens próximos através da magia de detecção.

Hoje, devido privar a magia de uma nova página do livro de magia.

Essa nova magia é “Informe”, que é uma magia que reporta literalmente algo ao usuário.

Uma luz tênue e fraca que brilha em vários lugares entrou na minha vista quando tratei de usa-lo.

Se olha de perto, as raízes dos inhames silvestres se expandem na terra deste a base da árvore, o acônito cresceu naturalmente.

Entendo, informa pra mim brilhando fracamente o paradeiro de algo.

Embora o inhame silvestre é válido como alimento, acOnites não tem muito efeito nesse mundo.

Já que era uma planta venenosa e de isso frequente em assassinatos.

Senti que escutei no mundo anterior que o veneno pode ser beneficioso dependendo de como o usar, mas deixarei isso por agora, porque não se sabe ainda sobre como utiliza-lo corretamente.

Em primeiro lugar, comecei a desenterrar o inhame através da escavação mágica dentro da magia do sistema terrestre que melhorei.

É igual que no mundo anterior, mas se um garoto de 6 anos estivesse cavando até o inhame silvestre sem ajuda como agora, isso seria o fim do mundo.

Cavo usando [Cavar(Dig)] que aparecia no livro de magia intermediária para evitar danificar o inhame.

Com isso, um inhame silvestre impressionante com uma longitude total de uns dois metros tinha sido escavado.

Como esperava, poucas pessoas entram na floresta.

É um impressionante inhame silvestre mas era incômodo leva-lo durante muito tempo.

Não há nenhum ponto de venda, assim que o quebro em duas metades e o coloco na mochila.

O seguinte é a caça de aves de guinea, como de costume, o outro é para encher a mochila de plantas silvestres comestíveis e akebia(NT: uma planta de flor que produz algo similar a tapioca e nativa do Japão).

“Mas não posso entender o ecossistema e a vegetação desta floresta…”

De fato, realmente não tinha flora nem fauna que nunca tinha visto antes na floresta do Japão na minha vida anterior. O pinho, cedro e árvore de folha longa, coelhos, javalis, ursos e lobos, inhame silvestre, plantas silvestres comestíveis e akebia.

A flora e fauna é bem conhecida, mas a ordem está toda mesclada.

A graça da natureza, muita gente diria isso.

É só que se requer a maioria das pessoas para participar na agricultura pelo que as únicas pessoas que com frequência vão a caça e coleta são os caçadores profissionais.

E os fundamentos são de entrar na floresta com dois ou mais homens adultos para evitar ursos e lobos. Pode-se dizer que seria impossível para um só homem adulto coletar facilmente na floresta.

*Mesmo esses caçadores profissionais parecem caçar em uma floresta diferente perto de suas casas. ”

Assim que sim, a exceção dos grupos de caça que passava, as pessoas raramente entravam nesta parte da floresta.

É uma história muito desperdiçadora mas o rendimento das bendições da natureza sem nenhum tipo de estabilidade não pode converter-se em cobrança de impostos. Os produto da fazenda que os rendimentos se podem calcular em certa medida deveriam ter prioridade.

Suponho que é um movimento racional como um senhor(lord).

Devido a que esse lugar é um lugar remoto, onde os intercâmbios com os demais tereitórios são poucos, não podemos nos dar o luxo de não seu auto suficientes, já que se conecta diretamente com a fome.

“O seguinte é…”

Quando busco um lugar que brilha fracamente, tem frutas frescas que se parecem muito a nespereira na árvore de lá.

É sem dúvida uma fruta da família da nespereira, se deve chamar também nespereira neste mundo.

Trato de morder, mas, depois de usar magia para detectar veneno.

E o sabor de suco da fruta doce se estende pouco a pouco em minha boca.

Também recolhi uns frutos parecidos ao akebi e caqui.

Queria obter uma fruta de outono em quanto a temporada , mas agora parece que não funciona dessa maneira.

A estação agora parece estar entre a primavera e o verão, mas quando reviso o livro de porque a árvore produz tal fruto, estava escrito que “A estação do fruto difere pelo espécime da árvore.”

Em outras palavras, as árvores dão fruto na primavera, assim como no verão.

Além de que aqui, algumas árvores murcham até mesmo no inverno sem neve caindo e tem também espécimes que dão frutos no inverno.

Como era de esperar, ou mais bem se pode dizer pelo clima na parte sul do continente.

Sinto que a dieta está anormalmente faltando no entanto.

Mas não posso fazer nada a respeito já que sou só uma criança agora.

Usando bastante magia, corri a casa para assegurar o uso de minha colheita.

“Bom trabalho”

Entreguei o resultado da colheita a mãe, como eu gostei do jantar com os pratos adicionais, pai de repente começa a dizer algo a mim.

“O caçador Efens parece ter presenciado um cadáver falar”

“É isso realmente certo? Pai!”

Irmão maior Kurt levanta a voz com surpresa.

“Sim, foi uma vítima de cinco anos atrás”

Há cinco anos, pai desejava abrir a floresta demônio com monstros residindo nela, mesmo se é só uma pequena parte dela, o comandante Brihedar quem enviou um exército tentando por essa atribuição suportou um grande sacrifício a seu exército.

Podia se dizer que era por sorte, pai estava ocupado mantendo a ordem pública, cerca de 2.000 soldados de outro território foi colocado em seu território pelo que não tinha que ir a floresta demônio.

Mas de 100 soldados dirigidos pelo tio, que era vassalo do pai, só 23 voltaram.

É claro, tio tão pouco voltou pra casa.

Como a população do Território de Cavalheiro Beumeister aumenta em pequenas quantidades, pode adivinhar facilmente a gravidade do assunto, é sobre a morte de 77 homens adultos.

Atribuição de pessoal que se centra exclusivamente em agricultura agora e eu vou de caça e coleta sem dizer uma palavra a perigosa floresta, havia grandes consequencias com esta notícia.

E o exército do comandante Brihedar também, umas 1.925 pessoas, entre elas o chefe da família anterior não voltou.

Desde a vista do público, se sacrificaram quase até a completa aniquilação.

“Esse monstro de tipo fantasma veio a nos incomodar por um tempo, depois de que tudo isso havia passado…”

“Posso dizer que os cadáveres que falam são mais preferíveis que como os zumbis que são um incomodo de subjugar”

Era de sentido comum que esse monstro não saísse fora do seu território, mas este monstro de tipo fantasma é a única exceção.

Sua origem é humana pelo que há algumas pessoas que tratam de voltar a sua casa por instinto, mesmo se haviam se convertido em monstros.

De acordo com o livro de imagens, os monstros como zumbis se movem unicamente pelo instinto parece ser uma existencia problemática que danifica o ser humano.

Este deve ser subjugado imediatamente.

Seus movimentos são geralmente lentos e muito fracos ao fogo pelo que s e podem ascender com óleo e estão acabados.

No entanto, para o cadáver falante, temos que tratar com ele sobre uma base como por acaso.

Há alguns casos que se tornam mais ferozes por medo a morte pelo que só de pode queima-los igual que os zumbis o falar a os demais como seres humanos normais e morrer pacificamente se seus pedidos são concebidos.

Os que podem comunicar-se com eles em algum nível básico são o sacerdote e um número de clérigos, mas mesmo uma pessoa comum pode coloca-lo pra descansar se estão na mesma frequencia da onda.

“Deveríamos chamar o sacerdote-sama?”

“Master-dono têm quadris ruins pela velhice. É impossível buscar o cadáver falante do qual nem sequer sabemos seu paradeiro”

Nessas terras remotas, o sacerdote era enviado desde a sede da igreja na cidade Imperial.

Mas na realidade era só um velho sacerdote mais além dos 80 anos de idade e só.

Não há nenhuma irmã de tal modo que mesmo algumas avós no território estiveram ajudando a igreja em diversos deveres.

Por outra parte, há muitos poucos seres humanos religiosos neste território do cavalheiro Baumeister, também só participam involuntariamente uma par de vezes.

Talvez, sempre e quando este velho sacerdote não é chamado ao céu, um novo sacerdote da cidade imperial não viria.

“Por isso, Vel você tem que ter cuidado ao entrar na floresta. No final, há uma possibilidade deles tratarem de sair de nosso território”

Enquanto escuto a história de meu pai surpreendentemente irresponsável, também despertou um interesse pelo cadáver falante.

 

Anúncios

6 comentários sobre “Hachinan tte, Sore wa Nai Deshou! capítulo 9

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s